CulturaDossierSociedade

O Fado saíu à rua em Marvila

Na sua segunda edição, “O Fado Sai à Rua” voltou a percorrer vários pontos da Freguesia de Marvila, em quatro sessões de entrada gratuita, ao ar livre.

As quatro etapas desta iniciativa de sucesso, ao longo de quatro sábados no mês de Julho, levaram os fadistas, os guitarristas e os violas ao Bairro do Armador, ao Poço do Bispo, ao Bairro das Amendoeiras e ao Bairro da Flamenga.

O público, como não podia deixar de ser, respondeu à chamada e esgotou as cadeiras disponíveis, acumulando-se em torno dos palcos improvisados pela organização, que coube à ACOF – Associação Cultural O Fado, com o apoio da Junta de Freguesia de Marvila.

O presidente José António Videira teve oportunidade de participar nas sessões, agradecendo aos músicos, aos fadistas e à colaboração preciosa da ACOF, não deixando de endereçar um abraço especial ao Adriano Santos, presidente da direcção da colectividade. “O Fado é um património valioso que temos de preservar e apreciar. É um orgulho para mim marcar presença neste evento pela primeira vez e reiterar o apoio da Junta de Freguesia de Marvila a esta iniciativa”.

Nesta iniciativa, ficou bem patente uma ideia repetida pelo próprio Adriano Santos: o fado em Lisboa não se canta nem se vive apenas em Alfama ou na Mouraria; o fado está bem vivo nas gentes de Marvila!

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Close