Início » Reportagem » Grande festa cultural nos 12 anos da AMBA

A AMBA – Associação de Moradores do Bairro das Amendoeiras, em Marvila, completou 12 anos e até o presidente da Câmara de Lisboa veio participar na sessão solene e evento cultural!

Foi num auditório da Escola Secundária D. Dinis (Marvila) completamente cheio que decorreu a festa e sessão solene do 12.º aniversário da AMBA.

Numa sessão em que participaram o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, o presidente da Junta de Freguesia de Marvila, José António Videira, e o presidente da Assembleia de Freguesia de Marvila, Manuel Lage, foram muitos os grupos a demonstrar o seu talento e a receber grandes ovações: as classes de tai-chi, pilates e ginástica, o grupo de cavaquinhos, o Coro Venite a Laudare… Também as crianças prepararam uma pequena atuação e ainda vieram agrupamentos de fora, como a Associação das Cantadeiras de Essênci a Alentejana e a Tuna ACSA-USILA. Tudo para celebrar a cultura, o associativismo e a vida activa!

E foi neste ambiente muito familiar que a AMBA atribuiu os prémios de “Vizinho do Ano”, este ano pela primeira vez em versão dupla. O título coube a José Buginga, um escultor auto-didacta com incríveis trabalhos em madeira, que já foi alvo de uma extensa reportagem nas páginas do nosso Jornal, por um lado, e à D. Amália, por outro, assim carinhosamente tratada por toda a gente no bairro, que viu reconhecido o seu empenho voluntário, a sua simpatia e amabilidade para com todos, especialmente os mais desfavorecidos.

Depois do presidente da AMBA, Manuel Saraiva, ter garantido que não faria reivindicações ao poder local, mas apenas agradecimentos, Fernando Medina confessou: “Quem me dera poder também eu ser chamado vizinho do ano!”.

O presidente da Câmara reforçou o gosto que tem em visitar a AMBA e Marvila, em particular a Escola D. Dinis, e lembrou o grande investimento previsto na freguesia, nomeadamente no futuro centro de saúde e também no hospital de Lisboa Oriental. Também se centrou na requalificação das habitações em todos os bairros marvilenses, lembrando que a Câmara quer assumir a gestão do edificado do IHRU.

Por seu turno, José António Videira elogiou o trabalho desenvolvido pela AMBA e a importância do movimento cívico da freguesia, ao mesmo tempo que utilizava uma analogia com o florescimento das amendoeiras, num trocadilho simbólico com o nome do bairro que suscitou um forte aplauso.

Um lanche de convívio pôs fim à sessão de aniversário. Parabéns AMBA!

Sem comentários... Seja o primeiro a comentar!