DossierLocalNacionalOutras

Prémio para reabilitação do Jardim Botânico do Palácio de Queluz

A Parques de Sintra venceu este fim-de-semana um prémio europeu que distinguiu o projecto de reabilitação do Jardim Botânico do Palácio Nacional de Queluz.

O galardão em questão é o Prémio da Escolha do Público, no âmbito dos Prémios Europa Nostra 2018, uma distinção atribuída pela União Europeia para o património cultural. Depois de seleccionados para prémio em várias categorias pelo painel europeu, os projectos habilitam-se a ser o mais votado pelo público, e foi essa precisamente a conquista da Parques de Sintra com a intervenção no Palácio Nacional de Queluz.

Esta foi a primeira vez que um projecto português arrecadou o Prémio da Escolha do Público, embora projectos portugueses já tenham sido distinguidos no passado em outras categorias desde 2008.

A distinção aconteceu na cerimónia ocorrida em Berlim no passado sábado, dia 22 de Junho, no âmbito da primeira Cimeira Europeia do Património Cultural.

A intervenção premiada permitiu a reabilitação de um espaço “sucessivamente destruído por fenómenos naturais e abandonado”, de acordo com a Parques de Sintra, que assumiu a gestão dos jardins e do palácio em 2012. “O projecto ganhou ânimo com a descoberta e identificação de diversas cantarias – das fundações das estufas, do lago central e de estatuária – que tinham sido desmontadas em 1984 e entretanto integradas, ou esquecidas, noutros pontos dos Jardins”, pode ler-se no seu site, numa extensa nota que descreve o projecto.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Close