Reportagem

Melhor Empresa do Mundo em Conservação pela 10.ª vez consecutiva

Pelo 10.º ano consecutivo, a Parques de Sintra venceu o World Travel Award para “Melhor Empresa do Mundo em Conservação” (World’s Leading Conservation Company).

A consagração da empresa como a melhor da década na sua área teve lugar a 11 de Novembro, em Mascate, no Sultanato de Omã, durante a cerimónia oficial na qual foram anunciados os vencedores desta edição. Luís Calaim, administrador da Parques de Sintra, recebeu o prestigiado prémio em nome de todos os colaboradores, cujo trabalho de excelência volta a ser reconhecido a nível internacional, e agradeceu a todos os que depositaram o seu voto e a sua confiança na empresa.

Em reação à conquista deste 10.º World Travel Award, Sofia Cruz, Presidente do Conselho de Administração da Parques de Sintra, fez questão de sublinhar que “a afirmação da Parques de Sintra, ao longo da última década, como a melhor do mundo no domínio da conservação deve-se à audácia, à criatividade, à dedicação e à resiliência das suas equipas; características determinantes para o sucesso de vários projectos ambiciosos que têm contribuído para a valorização do património notável que a empresa tem ao seu cuidado. O sucessivo reconhecimento da elevada qualidade do nosso trabalho, tanto a nível nacional, como internacional, evidencia a sua consistência, que se manteve inabalável mesmo perante as adversidades decorrentes de uma pandemia. É, pois, com este firme empenho que continuaremos a cumprir a nossa missão, procurando sempre fazer mais e melhor.”

Ao longo da última década a Parques de Sintra concretizou um conjunto significativo de projectos de conservação e restauro no património sob a sua gestão, tendo vencido vários prémios nacionais e internacionais que lhe conferiram notoriedade e a elevaram ao estatuto de referência mundial.

Mencionando apenas os projetos de maior impacto, em 2013, a empresa conquistou o primeiro prémio Europa Nostra da sua história, com a recuperação e restauro do Chalet e Jardim da Condessa d’Edla, e obteve o European Garden Award para a melhor recuperação de um jardim histórico, com o trabalho levado a cabo no Parque de Monserrate. Também nesse ano, foram concluídas duas grandes empreitadas: “À Conquista do Castelo”, que, para além dos relevantes trabalhos de restauro, dotou o Castelo dos Mouros de novas valências; e a reabilitação das fachadas, das chaminés e da cobertura da Sala dos Brasões do Palácio Nacional de Sintra.

O ano de 2014 ficou marcado pela reabertura do Salão Nobre do Palácio Nacional da Pena, após um restauro integral que levou três anos, e pelo arranque da campanha de obras de recuperação das fachadas do Palácio Nacional de Queluz, que lhe devolveu a cor azul original e que se prolongou até ao final de 2016. Por esta altura, já se trabalhava no projecto de reconstituição histórica do Jardim Botânico de Queluz. Terminado em 2017, alcançou um feito inédito para Portugal ao vencer dois Prémios da União Europeia para o Património Cultural / Prémios Europa Nostra 2018: o prémio do júri, na categoria de Conservação e Restauro, e o prémio Escolha do Público.

Nos anos de 2019 e 2020, destaca-se a recuperação do Convento dos Capuchos, que contemplou intervenções de conservação e restauro complexas e de grande dimensão. Com este trabalho, a Parques de Sintra voltou a ter um monumento entre os vencedores dos Prémios da União Europeia para o Património Cultural / Prémios Europa Nostra 2022, os mais prestigiados prémios europeus na área do património.

Como resultado deste percurso e de todo o trabalho que tem concretizado, entre 2013 e 2022, a Parques de Sintra acumulou dez World Travel Awards para “Melhor Empresa do Mundo em Conservação”, que a consagram como a melhor da última década na sua área.

Os World Travel Awards visam reconhecer, premiar e celebrar a excelência em todos os sectores do turismo. Contando com concorrentes de todo o mundo, os prémios representam uma das distinções mais importantes que as empresas deste ramo podem receber, sendo a marca reconhecida globalmente como selo de qualidade. A votação é realizada pelo público em geral e por profissionais do turismo.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close