Sociedade

Expresso do Oriente volta aos carris

O famoso comboio de luxo que se tornou mundialmente conhecido, também muito pelo romance de Agatha Christie “Um Crime no Expresso do Oriente” (1934), vai voltar a funcionar já em 2024, entre Paris e Instambul, ligando o ocidente ao Oriente num percurso idêntico ao da sua inauguração em 1883.

O Expresso do Oriente original, tantas vezes retratado no cinema, parou de funcionar em 1977 e bastante mais tarde, já em 2015, foram descobertos na Polónia, junto à fronteira com a Bielorrússia, 17 vagões inoperacionais das décadas de 1920/1930, que estão agora na posse da empresa francesa Accor que os adquiriu e que os está a recuperar minuciosamente, tentando manter o nível de luxo que sempre caracterizou este ícone mundial.

O objectivo é que esta composição do Expresso do Oriente esteja pronta ainda a tempo das Olimpíadas de Paris, em 2024, para a viagem inaugural.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close