DossierSociedade

Escuteiros de Santa Maria dos Olivais completam 61 anos

Não acontece muitas vezes, por definição, esta coisa de “casar os anos”: o Agrupamento 61 de Santa Maria dos Olivais assinalou 61 Anos de Escutismo no final de Janeiro!

Mais de 350 familiares, amigos, antigos e actuais escuteiros reuniram-se para celebrar este 61.º aniversário, no fim-de-semana de 26 e 2 7 de Janeiro.

Conforme nos relata José C ardoso, chefe de Agrupamento, “A história aponta para o surgimento do escutismo em Santa Maria dos Olivais e formação dos primeiros escuteiros em Abril de 1956, formalizado com o compromisso dos sete membros da primeira Patrulha, a Esquilo, em 27 de Janeiro de 1957. Hoje, o Agrupamento 61 é o fiel depositário e seguidor do legado desses escuteiros e Patrulhas fundadoras – Esquilo e Corvo, realizando na actualidade toda uma dinâmica de acção com a centena de membros que o constituem”.

Para assinalar devidamente o aniversário, tudo começou com a vigília de reflexão e oração (em ambiente de acampamento) sobre o ideal escutista, preparando os compromissos do dia seguinte de dois novos dirigentes do CNE e dois novos membros do núcleo local da FNA – Fraternidade Nuno Álvares Pereira (Associação Nacional dos Antigos Escuteiros/as).

Já na manhã de sábado, o efectivo do Agrupamento juntou-se bem cedo para a cerimónia do içar das bandeiras, nacional e de Agrupamento, partindo para as actividades técnicas e culturais preparadas que estavam à sua espera no Parque da Bela Vista, em Marvila. Divididos em oito patrulhas verticais, os escuteiros viveram o imaginário do dia e descobriram jogos de códigos, cifras, nós, amarrações e a história escutista do Agrupamento.

O Padre Bruno Machado celebrou a eucaristia onde foram lembrados todos os escuteiros e dirigentes falecidos e onde se cumpriu a tal Cerimónia de Compromisso: Vasco e Catarina tornaram-se dirigentes do 61, enquanto Armando e Sequeira passaram a ser membros da FNA.

Outro momento especial, ainda antes de se apagarem as velas do bolo de aniversário, foi a atribuição de dois diplomas de mérito a pais e mães que nos últimos 25 anos têm contribuído para o desenvolvimento das actividades do Agrupamento e a atribuição de louvores a 10 escuteiros dos diferentes escalões etários.

O programa ficou completo com um jantar de confraternização na Escola Secundária António Damásio, onde participaram 350 familiares e amigos, antigos e actuais escuteiros, incluindo um membro da primeira Patrulha Esquilo, João Mesquita.

E foi num ambiente de Fogo de Conselho simulado que a grande família do Agrupamento 61 fechou com chave de ouro as comemorações, recordando histórias antigas, aproveitando a exposição de fotografias e documentos e a projecção de vídeos e fotos memoráveis.

Duarte Carreira, vogal da Junta de Freguesia dos Olivais, representou a autarquia local.

“Fica o desafio de continuação da história e da missão de formação de mais jovens que, comprometidos com o próximo e com Deus, certamente serão melhores cidadãos”, remata o chefe de Agrupamento, José Cardoso.

Parabéns, Agrupamento 61!

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Close