Início » Cultura, Dossier, Reportagem » Eco-Estilistas inauguram nova sede com desfile de moda reciclada

Foi, na verdade, muito mais que isso: o novo espaço dos Eco-Estilistas foi inaugurado num dia em cheio que contou com um desfile de moda, uma noite de gala e a presença de 70 jovens internacionais.

Conhecemos esta associação na altura em que fizemos uma reportagem sobre a Rádio Zip, uma história que trouxemos a estas páginas no mês de Junho. Na altura, ainda decorriam os preparativos para o dia que só chegou a 2 de Agosto: a inauguração oficial de um segundo espaço, com a presença do presidente da Junta de Freguesia de Marvila e outros representantes de entidades parceiras, nomeadamente a Câmara Municipal de Lisboa e o programa BIP/Z IP, o McDonald’s da Belavista e a EPA – European Playwork Association. Nem o icónico Fernando Alvim faltou à chamada!

Depois de uns dias na ilha da Madeira, na companhia de 70 jovens de sete países europeus ao abrigo de um programa de intercâmbio, os Eco-Estilistas receberam toda a gente para um dia em cheio!

Quem são os Eco-Estilistas?

Augusta Batista, a “irresponsável deste grupo”, como escolheu definir-se ao nosso microfone, conta-nos como tudo começou.

Esta auxiliar de acção educativa que trabalha na Escola Básica dos Lóios há mais de trinta anos explica que o grupo informal se constituiu em 1989, com “um grito de alerta feito por seis mulheres sobre o ambiente que viam em seu redor”: não era o futuro que queriam para os seus filhos.

Na prática, sensibilizavam para a prática da reciclagem, a recolha do lixo espalhado e o zelo pelo espaço que é de todos. “Na altura, os plásticos da Feira do Relógio voavam para os nossos quintais, ficava tudo espalhado, e então começámos a recolher os objectos de lixo que achávamos interessantes e a entregar a pessoas que faziam desse lixo arte. Os jovens começaram a entusiasmar-se com essa actividade e tiveram a ideia de realizar um desfile de moda com peças de vestuário feito a partir de lixo. O primeiro desfile aconteceu em 2001, depois de contactarmos a administração da Gare do Oriente. Desde então, nunca mais parámos de fazer desfiles nesse local, sempre com peças feitas a partir de lixo reciclado”, relata Augusta.

Com o tempo vieram parceiros com a Câmara Municipal de Lisboa e a EPA. Esta organização, sediada em Hamburgo, é o parceiro internacional dos Eco-Estilistas, que levaram a associação portuguesa até ao Parlamento Europeu e a múltiplos seminários e encontros.

“Ao abrigo dos projectos que desenvolvemos, mostrámos aos jovens internacionais e aos políticos da esfera europeia a realidade distante do Mosteiro dos Jerónimos e dos palácios de Sintra, que era o nosso bairro, o lixo, o ambiente perigoso em que viviam as nossas crianças e os nossos jovens. Os prédios novos, a estrear, estavam rodeados de lixo, de vidros partidos, de buracos, de colectores de esgotos sem tampas…”, recorda Augusta Batista.

Hoje em dia já participam nas actividades alguns filhos dos primeiros membros. São sobretudo gente do Bairro dos Lóios, mas também por lá passaram jovens de fora, amigos dos jovens do bairro.

Nova sede, mais capacidade

Conforme nos explica Bruno Batista, que cumpre as funções de anfitrião na inauguração do novo espaço, “As actividades já eram muitas e demasiado grandes para o espaço que tínhamos. O novo espaço vai permitir-nos chegar a ainda mais pessoas, nomeadamente através do nosso novo projecto: o caça-talentos, que vai permitir actividades tão díspares como a música, a dança e a culinária. Vamos trabalhar sobre a alimentação saudável, no sentido de combater a obesidade infantil que detectamos aqui no bairro”.

Bruno aproveita as nossas linhas para registar agradecimentos à vereadora Paula Marques, à Junta de Freguesia de Marvila, que apoia os Eco-Estilistas há 25 anos, ao McDonald’s da Belavista e à EPA.

No dia 2 de Agosto, em plena vaga de calor que trouxe a Lisboa temperaturas acima dos 40 graus, a festa aconteceu no pátio interior da Rua Gabriel Constante, em Marvila.

Ali, depois do pequeno Afonso ter cantado em dueto com a nossa já conhecida Joana Loureiro a canção do trevo de quatro folhas que toda a gente conhece, algumas das jovens participantes do encontro de intercâmbio desfilaram com vestidos que aplicavam plásticos, anilhas e tampas, tecidos variados e outros materiais.

O aplauso foi geral e incluiu José António Videira, o presidente da Junta de Freguesia de Marvila, que em seguida enalteceu a longevidade e a intensa actividade dos Eco-Estilistas e manifestou total apoio institucional aos seus projectos, actuais e futuros.

O dia terminou em grande, com a II Gala da Associação no Salão de Festas do Vale Fundão. Parabéns, Eco-Estilistas!

Sem comentários... Seja o primeiro a comentar!