LocalNacional

400 em homenagem às vítimas de violência doméstica

Foram mais de 400 pessoas as que quiseram participar na marcha silenciosa em homenagem às vítimas da violência doméstica que aconteceu no passado domingo, 10 de Fevereiro.

A marcha começou como um desafio entre amigos nas redes sociais mas depressa cresceu até abranger cerca de quatro centenas de pessoas, que de forma apartidária e sem se enquadrarem num único movimento associativo quiseram expressar a sua solidariedade para com as vítimas da violência doméstica.

A partir do Marquês de Pombal, o numeroso grupo dirigiu-se para a Assembleia da República, caminhando atrás de uma faixa preta recheada de cartazes com frases fortes evocando as vítimas e apontando o dedo à violência. A marcha chegou mesmo a obrigar ao corte total da circulação de trânsito.

Nas escadarias do Parlamento, os manifestantes mantiveram o silêncio, em sinal de respeito e de solidariedade para com todas as vítimas de violência. Recorde-se que só em 2019 já faleceram nove mulheres em contexto de violência doméstica, de acordo com a informação avançada pelo Observatório de Mulheres Assassinadas, o que representa um aumento em relação ao período homólogo de 2018.

Quanto ao ano passado completo, foram assassinadas 28 mulheres, um número que sobe para 503 desde 2004, ainda segundo o Observatório.

(créditos fotos: Lusa)

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close