CulturaSociedade

26.º Festival de Folclore do Beato

Música, dança, animação e tradição numa grande festa do regionalismo: a Mata da Madre de Deus foi o palco para o 26.º Festival de Folclore do Beato.

A organização coube à Associação Socio-Cultural, Recreativa e de Melhoramentos de Faifa-Castro Daire, com o apoio da Junta de Freguesia do Beato e a festa prolongou-se ao longo de toda a tarde.

Tudo começou com a concentração dos ranchos na Rua D. José de Bragança, para seguir em cortejo até ao topo da rua, já em plena Mata da Madre de Deus, onde estava montado o palco para as actuações.

Neste grande evento que atraiu muito público com vontade de matar saudades das tradições da sua terra, participaram o Grupo de Danças e Cantares “Ecos de Montemuro” da ASCRM Faifa e os Ranchos Folclóricos Flores de Serpins – Lousã, da Ribeira – Ovar, da Casa do Concelho de Arcos de Valdevez e da Casa do Concelho de Cinfães.

Todos eles dançaram, tocaram e cantaram o melhor que sabiam, homenageando a riquíssima tradição cultural regional portuguesa, nomeadamente das Beiras e do Minho.

Como manda a tradição, os vogais do executivo da Junta de Freguesia do Beato, bem como o vogal da Cultura em representação do presidente da Junta de Freguesia de Marvila, colocaram as faixas nos estandartes dos ranchos e distribuíram as suas ofertas simbólicas. Também a Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto se fez representar.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Close