Início » Destaque, Local, Outras » “Uma Árvore pela Floresta” reforçado com mais 20 mil árvores

O projecto lançado pelos CTT e Quercus “Uma Árvore pela Floresta” foi reforçado com mais 20 mil árvores, a somar às 6 mil cuja plantação já se encontrava prevista.

Os CTT e a Quercus aumentaram de 6 mil para 26 mil o número de árvores disponíveis no âmbito do projecto “Uma Árvore pela Floresta”.

De acordo com um comunicado dos Correios, a decisão foi tomada depois da grande “mobilização dos portugueses, após os grandes incêndios deste verão e outono”, que “justifica este reforço”.

Adianta-se ainda que o prazo durante o qual as árvores podem ser doadas para plantação foi estendido até final do ano e a previsão é que os apadrinhamentos de árvores sejam o dobro das três campanhas anteriores do projecto.

O projecto “Uma Árvore pela Floresta” pretende reforçar a plantação de árvores de espécies autóctones em terrenos de todo o País, incluindo áreas ardidas e acontece em 2017 pelo quarto ano consecutivo.

Se estiver interessado, basta dirigir-se a uma loja CTT até ao final do ano, aceder a http://umaarvorepelafloresta.quercus.pt e oferecer uma árvore, com o custo de 3 euros, um valor que reverte totalmente para o financiamento da iniciativa.

Por cada uma das doações dos portugueses, uma árvore será depois plantada pela Quercus, quer em áreas classificadas do Norte e Centro de Portugal (Serra do Gerês, do Alvão, do Marão, de Montemuro, da Estrela e o Tejo Internacional), quer no concelho de Castanheira de Pêra.

No momento da compra, é entregue um pequeno kit ao comprador, composto por uma “árvore” em cartão reciclado, reproduzindo uma espécie que muda todos os anos e que em 2017 é uma azinheira, e um código. Esta “árvore” de cartão serve de lembrança e pode ser oferecida. O código serve para registar a árvore que a Quercus irá plantar até à Primavera de 2018, identificar a espécie e o local de plantação, bem como para consultar a evolução durante 5 anos do bosque onde foi instalada.

Nas 28 espécies que fazem parte da flora original portuguesa contam-se o amieiro, medronheiro, bidoeiro, castanheiro, freixo, azevinho, loureiro, carvalho-negral e carvalho-alvarinho, o sobreiro, o lentisco ou o sabugueiro, entre outras.

O “Uma Árvore pela Floresta” recebeu o mais importante galardão ambiental nacional, Green Project Awards, em 2015, bem como o principal prémio do setor postal, a nível europeu, o “CSR Coups de Coeur”, da PostEurop, em 2016.

Sem comentários... Seja o primeiro a comentar!