Local

Tejo recebe Procissão de Nossa Senhora da Atalaia

Este domingo, dia 25 de Agosto, cumpre-se mais uma vez a tradição e o rio Tejo enche-se de embarcações para a habitual Procissão de Nossa Senhora da Atalaia.

Os vários círios fazem-se ao rio, nas duas margens, e proporcionam um evento de grande beleza e com um factor adicional de devoção. Assim se justifica a manutenção de uma tradição que já leva séculos de História.

Reza a lenda que Nossa Senhora apareceu em cima de uma aroeira, junto a uma fonte; os fiéis a quem a Senhora se apresentou levaram-na para uma casinha, pousaram-na numa cantareira e ali lhe prestaram culto, suscitando muita devoção num largo número de pessoas, que ali acorriam para venerar também a imagem. Construiu-se então uma capela de lado da casinha, que passou a ser a sacristia, e colocou-se a imagem da Virgem no altar-mor da capela, mas a imagem reaparecia sempre misteriosamente no seu lugar original, na cantareira, e não no altar-mor. Repetiu-se este fenómeno tantas vezes que os fiéis decidiram honrar os desejos de Nossa Senhora, e colocar no altar-mor da capela uma outra imagem que não a originalmente aparecida.

Este sábado, dia 25 de Agosto, as embarcações partem das marinas de Oeiras, do Parque das Nações e dos  cais de Alcochete e da Moita para o Cais do Montijo.

O Círio de Oeiras embarca na Marina de Oeiras às 08.00h; o Círio de Chelas embarca na Marina Parque das Nações às 08.00h; o Círio da Fundação do CNM embarca no Cais da Moita às 09.30h. Prevê-se que os três círios cheguem ao cais do Montijo às 11.00h, recebendo-os o reitor do Santuário da Atalaia às 13.00h.

Uma organização da Marinha do Tejo com o apoio de diversas entidades.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close