Destaque

Prevenção junto dos sem-abrigo

A Câmara Municipal de Lisboa está a reforçar a prevenção do contágio pelo novo coronavírus junto da população sem-abrigo, criando centros de isolamento. Os alunos carenciados continuarão a ter acesso a refeições escolares.

As 1967 pessoas instaladas em centros de acolhimento temporário e as 361 a viver na rua vão ter uma resposta específica para prevenção da Covid-19. Segundo o vereador dos Direitos Sociais da CML, Manuel Grilo, o Município vai criar dois espaços de apoio aos sem-abrigo, localizados nas freguesias de Benfica e do Beato, quer para receber casos suspeitos, quer para acolher doentes de emergência.

Todos os centros de acolhimento de sem-abrigo vão ter salas de isolamento, para reduzir o risco de transmissão e manter a propagação do vírus controlada. O pessoal que estará a prestar apoio terá ao seu dispor kits de protecção individual.

Por seu turno, as crianças que frequentam as escolas públicas de Lisboa e que estão abrangidas pelos escalões A e B da acção social escolar vão continuar a receber as refeições ao pequeno-almoço, almoço e lanche, apesar de se encontrarem suspensas as aulas.

A Câmara de Lisboa garante que os refeitórios vão manter-se em funcionamento, para que os encarregados de educação dos escalões A e B da acção social escolar possam levantar as refeições dos educandos.

No site do Município pode ler-se que “A refeição será completa e em formato unidose transportável, por motivos de higiene e segurança no contexto actual”.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close