Cultura

ORIENTE-SE despede-se com conto de José Saramago

O grupo de teatro da Figueira da Foz, Pateo das Galinhas, apresenta no último sábado do ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador, 22 de Outubro, “A Cadeira”, no Auditório Fernando Pessa, em Lisboa.

O espectáculo é inspirado no primeiro conto de “Objecto Quase”, de José Saramago. O conto “Cadeira” foi escrito a partir de uma notícia que dava conta de que Salazar havia caído de uma cadeira, constituindo uma descrição dos pormenores envolvidos na queda, sem referir o nome do ditador.

A produção está inserida nas comemorações do Centenário de José Saramago.

ORIENTE-SE teve início no dia 1 de Outubro e, ao longo de quatro sábados, recebeu grupos oriundos de várias localidades do País, no Auditório Fernando Pessa, em Marvila, Lisboa. O anfitrião deste Festival é o Teatro Contra-Senso, grupo de teatro amador sediado em Marvila, com 25 anos de existência.

A actriz Margarida Cardeal é a Madrinha da quarta edição do ORIENTE-SE.

A Cadeira

“Cadeira” é o conto que abre o livro “Objecto Quase”, de José Saramago. No texto, uma cadeira que lenta e implacavelmente cai leva na queda o velho que nela se senta. Cai a cadeira pela acção laboriosa e paciente de infalíveis carunchos.

Em cena, narradores vários, como gerações diversas de coleópteros, remoem a madeira do texto, laboriosamente desfiam as fibras das palavras, como se a velocidade mínima de uma cadeira caindo estivesse vinculada à distensão do tempo.

O velho, que no conto cai, voltará a cair. Porque é imperioso que velhos assim, depois de caírem, caiam outra vez. E que voltem a cair vezes sem conta.

Celebremos então o Anobium.

65 min. | M/12

Pateo das Galinhas – Grupo Experimental de Teatro da Figueira da Foz

O Pateo das Galinhas – Grupo Experimental de Teatro da Figueira da Foz constituiu-se como associação em 2010. É sócio-fundador da Federação Portuguesa de Teatro, membro fundador da Plataforma de Teatro do Mondego e sócio da Fundação INATEL. Ao longo destes 12 anos, tem produzido e encenado várias peças de teatro e arrecadado vários prémios. Em 2014, foi seleccionado para o festival do Projecto PANOS – Novas Palavras Novos Palcos, promovido pela Culturgest. O Pateo das Galinhas organiza, desde 2016, o Festival Sete Sentidos, que funde o teatro com outras manifestações artísticas.

Ficha artística e técnica

Texto: José Saramago | Encenação: Rui Féteira | Assistência de Encenação: Ricardo Baeta | Interpretação: Ana Paula Veloso, Filipa Almeida, Graça Monteiro, Helena Adão, Isabel Ferreira, Lígia Bugalho, Margarida Bessone e Sónia Baptista | Direcção de Movimento: Rui Quinteiro | Cenografia e Design Gráfico: João Prazeres | Sonoplastia: João Tarrafa | Operação de Som: Rubi 8HZ | Operação de Luz: Rui Féteira | Fotografia: Carlos Furtado | Apoio à Produção: José Fonseca e Filomena Praça | Figurinos e Produção: Pateo das Galinhas

ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador

1 a 22 de Outubro de 2022 | Sábados, 21h30

Auditório Fernando Pessa

Rua Ferreira de Castro

1900-697 Lisboa

Como chegar:

Metro: Bela Vista

Autocarros: 755, 794

Coordenadas GPS: N 38.7504466 W -9.1202096

 Bilhetes: 3€

Reservas

E-mail: reservas@contrasenso.com

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close