Início » Sociedade » Missão (Re)Erguer Lajeosa do Dão

Esta é a história de uma actividade dos escuteiros do Agrupamento 42 – Penha de França, que se empenham em “(re)erguer” a Lajeosa do Dão, no concelho de Tondela.

A história desta acção de serviço começa no final do mês de Outubro: “Foi depois do inferno por que passaram as populações daquela zona do país que tivemos conhecimento de que os habitantes de Lajeosa do Dão, uma das localidades mais afectadas naquela região, apesar de tudo o que tinham perdido – casas, haveres e mesmo uma vida humana – estavam a mobilizar esforços para conseguir reerguer-se das cinzas”, conta-nos Nuno Alves, secretário do Agrupamento.

Os Escuteiros lançaram de imediato uma campanha de angariação de materiais de construção e agrícolas (materiais de que a população mais necessitava, conforme contactos estabelecidos) e constituíram uma força de trabalho de 20 elementos, com idades entre os 14 e os 20 anos, acompanhados de quatro animadores adultos.

O objectivo era, em primeiro lugar, realizar a entrega directa dos materiais angariados a quem deles mais necessitava, mas também levar a cabo vários trabalhos de limpeza e reconstrução, nomeadamente de cercas ardidas, e de selecção, distribuição e arrumação de bens doados à população da localidade. Tal acabou por acontecer nos dias 8, 9 e 10 de Dezembro.

O transporte dos elementos foi inteiramente suportado pelo Agrupamento 42, que contou com o apoio logístico da Junta de Freguesia da Penha de França (a disponibilização de uma viatura ligeira de nove lugares para transporte do material angariado).

Já a organização da alimentação e acantonamento dos elementos, essa ficou a cargo dos habitantes de Lajeosa: “Acolheram-nos maravilhosamente e foram incansáveis para que nada nos faltasse”, agradece Nuno Alves em nome do Agrupamento 42.

A iniciativa correu tão bem que vai ter uma segunda fase!

Descrevem os nossos amigos Escuteiros que as tarefas executadas no concelho de Tondela foram muito elogiadas pelos habitantes locais. Salvaguarda-se que estas tarefas foram realizadas sempre sob a supervisão e em colaboração com o plano local da população da Lajeosa do Dão.

Antes disso foi determinante todo um trabalho de contacto com as empresas e com a população em geral, realizado durante o mês de Novembro, no sentido de recolher e guardar o maior número possível de bens, para o que muito contribuiu o empenho do Núcleo da Fraternidade de Nun´Álvares da Penha de França.

Os elogios e o sentimento de integração contribuíram para que no final do fim-de-semana todos os elementos tivessem a sensação do dever cumprido: “Todos referiram, à chegada a Lisboa, que voltariam para continuar esta missão de apoio, uma vez que, apesar de toda a boa vontade, muito ainda ficou por fazer”.

E assim se decidiu realizar uma nova missão de apoio à Lajeosa, na Primavera deste ano. Nesta segunda missão, os Escuteiros querem superar o que já alcançaram e angariar ainda mais donativos.

O EXPRESSO do Oriente faz a sua parte na divulgação e dá a palavra directa ao Agrupamento 42 da Penha de França:

“Sabemos que os portugueses são solidários e queremos demonstrá-lo, mostrando a todos que o seu contributo será entregue a quem dele necessita. A 2.ª Missão (Re)Erguer Lajeosa está lançada e em marcha. Queremos contar com o contributo de todos, mas não aceitamos valores monetários, apenas contributos em materiais de construção e agrícolas. Caso desejem contribuir para 2.ª Missão (Re)Erguer, por favor contactem-nos através do mail geral.42@escutismo.pt. Bem hajam.”

Boa sorte, Escuteiros da Penha de França!

Sem comentários... Seja o primeiro a comentar!