DesportoReportagem

Grupo de Pesca e Desporto de Santa Maria dos Olivais festeja 18 anos de actividade

Há 18 anos que se juntam para fazer pescarias, competindo entre si para ver quem pesca mais. Os membros do Grupo de Pesca e Desporto de Santa Maria dos Olivais reuniram-se uma vez mais para comemorar o seu aniversário!

A ocasião é sempre duplamente festiva: comemorar mais um aniversário e atribuir os prémios relativos ao campeonato interno da época desportiva. Assim foi, uma vez mais, na sede da colectividade, na Rua Américo de Jesus Fernandes, onde não houve peixinho – esse já foi com certeza comido há muito – mas houve salgados, miniaturas e bolo de aniversário.

Presidente do Grupo de Pesca, Carlos Santos, e presidente da ACCL, Pedro Franco
Prémio 1.º lugar para Joaquim Santos

Fundado a 15 de Dezembro de 2001, o Grupo de Pesca contou este ano com 23 pescadores na classificação. Note-se que só têm direito a figurar na tabela os pescadores com pelo menos cinco provas realizadas.

A festa contou com a presença de representantes da Associação das Colectividades do Concelho de Lisboa (ACCL), através do seu presidente, Pedro Franco, e da Confederação das Colectividades de Desporto, através de Albano Ginja, bem como do vogal do Desporto da Junta de Freguesia dos Olivais, Duarte Carreira, e de colectividades amigas.

Prémio 2.º lugar para o pai de Bruno Silva
Prémio 3.º lugar para José Silva

Foram entregues não só os prémios da época como também o troféu relativo ao Concurso das Marchas Populares de Lisboa, uma vez que o Grupo de Pesca é a entidade organizadora da Marcha dos Olivais, que alcançou o 10.º lugar em 2019. Por coincidência, foi o próprio presidente do júri do concurso, Pedro Franco, a entregar o prémio.

Após a troca de ofertas institucionais, foi recordado o nome de Sebastião Ferreira, recentemente falecido, estando presente a sua esposa.

Vamos aos números? Joaquim Santos foi o grande vencedor do ano, com 149 exemplares pescados, seguido Bruno Silva, no 2.º lugar, e de José Silva, no 3.º lugar. Foi o segundo classificado quem pescou em maior quantidade, com um total de 202 exemplares.

Francisco Marreiros recebe prémio do maior exemplar

Mas o maior peixe de todos mordeu o anzol de Francisco Marreiros: foi uma carpa com 2,150 kg, pescada na última prova, a nona, na Barragem de Odivelas, a 10 de Novembro.

A boa disposição reinou nas comemorações do aniversário, tal como reina em cada prova desta colectividade que continua a levar aos confins do mundo o nome dos Olivais, através da sua Marcha.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close