Reportagem

EDP Distribuição simula cenários de emergência

Tudo parecia normal, numa manhã como qualquer outra, mas quem estava no Parque das Nações poderá ter reparado num aparato estranho. Não se tratou de nenhuma emergência real, mas de um simulacro que envolveu 130 operacionais de 17 entidades, no passado dia 9 de Abril

Acessos condicionados pela PSP, viaturas dos Bombeiros em acção, comandantes e engenheiros a delinear planos de acção, gente com capacete a ligar geradores e a puxar cabos 10 vezes mais grossos que os que temos em casa… O simulacro promovido pela EDP Distribuição quis testar a resposta das suas equipas e das infraestruturas em cenários de crise e foi considerado um sucesso.

Cerca de 130 participantes de 17 entidades como a Câmara Municipal de Lisboa, a Climaespaço, o Hospital CUF Descobertas, o Oceanário de Lisboa, forças militares, a Protecção Civil, o Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa e a PSP estiveram envolvidos no exercício que contribuiu para preparar cenários eventuais de incêndios, tempestades e outros eventos perturbadores do normal funcionamento da rede eléctrica. Como sabemos, as alterações climáticas mostram-nos que estes cenários são cada vez mais prováveis.

As equipas no terreno responderam primeiro a um incêndio na Subestação da Expo Norte da EDP Distribuição, que a ser real teria impacto no fornecimento de energia a 11 mil clientes do Parque das Nações, alimentados por 148 postos de transformação.

Seguiu-se a instalação de dois geradores de emergência, o primeiro num posto de transformação de distribuição e o segundo num posto de transformação de cliente, situado no Hospital CUF Descobertas. Os operacionais realizaram ainda a mobilização e instalação de uma central de geração móvel para o restabelecimento de energia aos clientes afectados no Parque das Nações.

João Torres, presidente do Conselho de Administração da EDP Distribuição refere que o simulacro foi um sucesso: “Estes exercícios são fundamentais, sobretudo para tornar tão eficiente quanto possível a cooperação com as entidades como os Bombeiros, a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia, a Polícia Municipal, a Protecção Civil. Foi uma manhã de grandes resultados”.

Esperemos que tais cenários, quando ocorrerem, sejam rapidamente resolvidos!

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close