CulturaReportagemSociedade

Drawing Room Lisboa recebe 6000 visitantes

Entre os dias 9 e 13 de Outubro, a Sociedade Nacional de Belas Artes acolheu a segunda edição da “Drawing Room” em Lisboa, que recebeu cerca de 6000 visitantes.

Ao longo de cinco dias, a instituição sediada na Rua Barata Salgueiro acolheu 60 artistas e 25 galerias de arte para a “Drawing Room Lisboa” — Feira de Arte Contemporânea Especializada em Desenho. Entre os nomes em exposição, constavam os de Lourdes de Castro, Helena Almeida, Pedro Barateiro, Ana Jotta, Pedro Cabrita Reis, Julião Sarmento, Paulo Brighenti, Júlio Pomar, Paulo Lisboa, Eduardo Stupía e Irene González, vencedora do Prémio Novo Talento Desenho – Drawing Room Lisboa & Viarco 2018.

Depois de quatro edições em Madrid e uma em Lisboa o ano passado, a segunda edição portuguesa revelou artistas internacionais seleccionados por um comité de curadores e pela directora do evento, Mónica Álvarez Careaga, que na cerimónia inaugural não escondeu o seu entusiasmo ao convidar o público a apreciar os trabalhos em exposição.

O comité curatorial foi composto por personalidades ligadas a grandes museus internacionais: o Albertina Museum de Viena, o Museu do Desenho ABC de Madrid e ainda o coleccionador Manuel Navacerrada.

Quanto às galerias, notou-se um forte pendor ibérico e latino, com muitas galerias portuguesas e proveniências como Argentina (fortemente representada num espaço comissariado por Deborah Reda), Brasil, Moçambique, Espanha e Colômbia, sem esquecer o Japão.

Do programa, além das exposições das galerias, constavam iniciativas variadas, com destaque para a exposição de desenho da Fundação PLMJ (com curadoria de João Silvério), conversas em torno do coleccionismo do desenho contemporâneo, do desenho contemporâneo argentino, exposição e um programa de visitas ao acervo de desenho de instituições nacionais.

Por fim, também merece destaque a atribuição do Prémio Novo Talento Desenho da Drawing Room, que foi entregue ao artista Matias Ercole da Miranda Bosch Gallery.

A “Drawing Room Lisboa” contou com o apoio da Fundação Millennium bcp, da Fundação EDP e da Fundação PLMJ, além do apoio institucional da Câmara Municipal de Lisboa, cuja vereadora da Cultura, Catarina Vaz Pinto, marcou presença no evento.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close