Sociedade

CML cria rede de Locais de Cultura

Lisboa vai ter uma rede de “Locais de Cultura”, serão assim uma espécie de “clubes de bairro” mas totalmente dedicados à realização de exposições, debates, apresentação de livros, concertos e outras actividades culturais. O objectivo é ligar e envolver as pessoas e as comunidades através da Cultura, de forma a incentivar a sua participação, criar hábitos culturais e promover a cidadania.

E já nasceu o primeiro Lugar de Cultura, fica no piso inferior da Livraria Barata, na freguesia do Areeiro. Nos meses de Julho e Agosto está ali patente a exposição “Livro de Projeto”, organizada pelo ateliê de design Bárbara Says, decorrerão também neste espaço cultural um conjunto de conversas sobre cidadania, com diferentes temas e convidados, uma iniciativa da Associação Buala, e ainda ateliês de encadernação, dinamizados por Rosa Costa.

Também na freguesia de Santa Clara foi instalado um espaço deste género, na Quinta Alegre, e está já programado um conjunto de iniciativas para os próximos meses, assim como diversas actividades integradas na programação do Festival Todos que, nos próximos três anos, se irá dedicar ao território de Santa Clara.

“Lugar de Cultura” é um programa desenvolvido pela Direcção Municipal de Cultura da Câmara Municipal de Lisboa e pretende fortalecer as comunidades em tempo de pós pandemia. Os Lugares de Cultura poderão habitar numa colectividade de bairro, num palácio, numa livraria ou num outro espaço, mais ou menos improvável, da cidade de Lisboa. O ponto comum entre cada um será sempre a ligação ao local e a proximidade com a rua, com o bairro ou com a freguesia em que se inserem. São espaços de encontro para promover diálogos, activar memórias, criar laços e sentidos de pertença e incentivar a partilha.

 

 

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close