Início » Dossier, Educação, Local, Nacional » Cardume de sardinhas no Oceanário de Lisboa

O Oceanário de Lisboa apresenta, pela primeira vez, sardinhas da costa portuguesa, que passam a integrar a sua exposição permanente.

O Oceanário de Lisboa colaborou num projecto de investigação científica e adoptou um cardume de sardinhas, que agora nadam num novo aquário que recria as águas do Oceano Atlântico.

“A sardinha, Sardina pilchardus, é uma das espécies mais reconhecidas pelos portugueses, sendo um símbolo da cultura popular e com um papel muito relevante na economia do país, já que é uma das espécies mais capturadas e consumidas em Portugal. A integração das sardinhas na exposição do Oceanário pretende dar a conhecer esta espécie e sensibilizar para a importância das escolhas conscientes de cada indivíduo no que respeita ao consumo de pescado, contribuindo para o equilíbrio e para a sustentabilidade da exploração dos recursos marinhos”, explica o Oceanário.

A temática da sustentabilidade da espécie está bem vincada na entrada da espécie para a exposição permanente do Oceanário de Lisboa: o cartão S.O.S (pesquise informação sobre este cartão no site do Oceanário) “permite consultar quais as espécies marinhas que se podem consumir sem preocupações, quais as que se podem escolher de forma moderada e quais se devem evitar por apresentarem problemas quanto ao seu método de captura ou criação”; já a régua “Deixa-me crescer”, “indica o tamanho mínimo legal de captura dos peixes e mariscos mais comuns, contribui para aumentar a consciência das nossas escolhas de consumo”.

A sardinha chega assim a um dos locais mais visitados em Lisboa. Se quiser espreitar o novo aquário, clique neste endereço que lhe mostra um vídeo no YouTube!

 

Sem comentários... Seja o primeiro a comentar!