Reportagem

Bolo Podre de Castro Daire chega a Marvila

Se não podemos ir à terra”, a terra vem até nós…

Castro Daire enviou para Lisboa um dos ex-libris do concelho em época pascal, o seu Bolo Podre, para assim fazer chegar um aconchego especial a quem este ano, por força das circunstâncias, não pode visitar a sua terra.

O Bolo Podre ocupa um lugar de destaque na mesa pascal dos castrenses e é parte integrante da cultura e dos costumes das gentes deste concelho do distrito de Viseu.

Pela forma delicada e… dedicada como é feito, tornou-se um símbolo de arte e de saber fazer do povo de Castro Daire. E como sabem fazer!

É um bolo que se amassa, tende e coze como se de um pão se tratasse mas que, pela natureza dos ingredientes usados e pelo facto de não levar qualquer líquido além do azeite, resulta num suave folar com um doce sabor que nos envolve e obriga a repetir a dose. Há quem goste dele ainda morno mas para o provar dessa forma, talvez um dia destes nos desloquemos a Castro Daire, por agora, provámos já frio e ficámos rendidos! Depois, aceitámos a sugestão de quem sabe e torrámos um pouco: divinal! Como gostamos de novas experiências, torrámos mais um pedacinho e colocámos um pouco de manteiga com sal… indescritível!

Saiba mais sobre esta verdadeira iguaria AQUI

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close