Destaque

Identificadas as viaturas que paralisaram Segunda Circular identificadas

A paralisação da Segunda Circular por parte de cerca de 150 viaturas, em homenagem aos três jovens que perderam a vida na madrugada do dia 21 de Fevereiro, vai ter consequências para os condutores.

Na verdade, poderá não ser para os condutores, mas pelo menos para os proprietários dos veículos: a PSP identificou as matrículas de algumas das viaturas que participaram na paralisação deste domingo, 23 de Fevereiro, e os processos seguirão os seus trâmites. Esta informação foi confirmada pelo Comando Metropolitano de Lisboa da PSP (Cometlis), em declarações à Lusa.

Como habitualmente nestes casos, na altura da notificação caberá aos proprietários dos veículos identificar ou não os condutores no momento da identificação.

Na sequência da paralisação, originaram-se grandes filas na Segunda Circular, no sentido Aeroporto-Benfica, numa extensão superior a 3 km. Também há registo da largada de dezenas de balões brancos com luzes LED numa zona de tráfego aéreo, o que pode ter colocado em causa a segurança aeroportuária. Adicionalmente, a subcomissária Ana Carvalho referiu à Lusa a detecção de irregularidades nos veículos identificados, como falta de registo e de inspecção e ainda a existência de matrículas canceladas.

Recorde-se que, na madrugada de 21 de Fevereiro, três jovens perderam a vida num acidente de viação entre o acesso da Alta de Lisboa e a saída para o Campo Grande, na Segunda Circular: Nuno Martins, Tino de Sousa e Júnior Costa. A viatura seguia a uma velocidade muito superior ao permitido, tendo o despiste originado o derrube de dois postes de iluminação e danos no painel direccional.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close