CulturaDestaque

Uma orca no Casino Lisboa

Há uma peça escultórica feita de lixo recolhido em praias que desafia a sua consciência na Galeria de Arte do Casino Lisboa.

In at the Deep End “ORCA”, Xico Gaivota por Ricardo Ramos é o nome da exposição individual que está em destaque na Galeria de Arte do Casino Lisboa até 12 de Setembro.

Sob a curadoria de Ana Maria Catarino-Doria, esta mostra individual está a suscitar, desde a sua inauguração, um expressivo interesse do público. A entrada é livre.

A original peça escultórica foi construída com diferentes materiais recolhidos pelo artista em praias não concessionadas, tais como chinelos, redes, plásticos, madeira, alcatruzes (armadilhas para polvos), esponjas, esferovite, “bidons”, bóias, cordas e parafusos em inox A2.

Afirma a curadora: “É quase impossível ignorar os factos e as implicações do aquecimento global na mudança climática hoje. Ao lidar com esse assunto e com o objectivo de interpretar o que ele significa e suas implicações, não há melhor maneira de fazê-lo como expressarmo-nos através da arte. Um dos temas da Bienal de Veneza de 2019, fez exactamente isso exibindo um número de artistas e países. A exposição da artista mexicana Renata Morales, “Invasor” e “Plastic Reef” de Federico Uribe, foram uma gota no oceano, tanto quanto a criação de consciência sobre este assunto.

Fundamentalmente, a arte reciclada é sobre o reaproveitamento de materiais e conservação da natureza. Há uma mensagem subjacente na arte reciclada. A chave é reciclar, mas ao mesmo tempo a mensagem que esta arte envia são as consequências dos danos que estamos a infligir ao nosso planeta.

In at the Deep End é uma exposição que foca numa obra de arte específica do artista Ricardo Ramos. Enquanto nós, espectadores, apreciamos esta escultura, devemos nos questionar se alcançamos o ponto de não retorno ou se ainda há esperança? “Orca” é uma expressão da relação muito especial que Ricardo compartilha com o mar, do seu desejo de reinventar esse plástico regurgitado e de reutilizar materiais para criar algo novo. Sua criatividade e talento, assim como sua paixão, transcendem suas obras e ele é capaz de nos trazer a arte que prezamos e valorizamos e será uma lembrança do que está a acontecer com o mundo“.

Com entrada livre, de domingo a quinta-feira, das 15h às 03h, e às sextas-feiras, sábados e vésperas de feriados das 16h às 04h, na Galeria de Arte do Casino Lisboa.

O acesso ao Casino Lisboa é livre, sendo que a partir das 22 horas, é para maiores de 14 anos, e maiores de 10 anos acompanhados pelos pais. Nas áreas de Jogo é para maiores de 18 anos.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close