Início » Destaque, Local, Nacional, Outras » CTT assinalam os 250 anos do Jardim Botânico da Ajuda

Os CTT assinalam os 250 anos do Jardim Botânico da Ajuda com uma emissão filatélica dedicada a este aniversário.

Criado pelo Marquês de Pombal em 1768, o Jardim Botânico da Ajuda tornou-se numa referência nacional e internacional, sendo considerado uma das mais importantes instituições científicas da Europa e a primeira e a mais importante instituição dedicada ao estudo da história natural do país no século XVIII.

Conforme destacam os CTT em comunicado, “Reza a história que o Jardim terá sido fundado para a educação dos príncipes Dom José e Dom João, filhos de Dona Maria Francisca, que viria a ser Dona Maria I. Domingos Vandelli foi o primeiro encarregue de delinear e dirigir o Jardim Botânico que incluía o Gabinete de História Natural, o Gabinete de Física e a Casa do Risco e que chegou a ter mais de 5000 exemplares.

Entre os exemplares notáveis do Jardim Botânico da Ajuda o destaque recai para um dragoeiro (Dracaena draco subsp. cabo-verdeana) com perto de 400 anos e cuja imagem está representada no logótipo da instituição. Com 23 metros de diâmetro, já era um exemplar adulto quando foi transplantado em 1768, sendo um dos maiores existentes em Portugal. Mas também as Ficus macrophylla, impressionantes pelas dimensões da copa e pelas raízes, e a Shotia afra, cujos ramos na horizontal são sustentados por uma estrutura em ferro, são focos de atenção.

Actualmente, o Jardim Botânico da Ajuda é uma Unidade de Apoio Tecnológico do Instituto Superior de Agronomia, sendo propriedade da Universidade de Lisboa. É uma instituição que alberga colecções documentadas de plantas vivas, um banco de sementes, uma colecção botânica com 1576 exemplares e um jardim de aromas preparado para invisuais e incapacitados motores”.

A emissão filatélica é composta por quatro selos e um Bloco com um Selo. A colecção de selos, com o formato 40×30,6mm, está dividida em 125 mil exemplares para envio nacional até 20 gramas, 100 mil exemplares Correio Azul nacional até 20g, 125 mil exemplares para envio para a Europa até 20g e 105 mil para envio internacional até 20g. Do Bloco foram feitos 40 mil exemplares com um valor de €2, no formato 125x95mm. O design ficou a cargo do Atelier Pendão & Prior / Fernando Pendão.

Sem comentários... Seja o primeiro a comentar!