Dossier

CTT apresentam selo comemorativo do centenário do nascimento de Amália Rodrigues

Os CTT apresentaram esta Quinta-feira, dia 23 de Julho, uma emissão filatélica que celebra o centenário da mais icónica fadista em Portugal, Amália Rodrigues. A cerimónia decorreu no Panteão Nacional, em Lisboa, na presença da Ministra da Cultura, Graça Fonseca, do Presidente da Fundação Amália Rodrigues, Professor Joaquim Vicente Rodrigues e do Presidente Executivo dos CTT, João Bento.

Um dos selos mostra um balandrau de cores fortes da colecção da Fundação Amália Rodrigues e como fundo a Amália no Brejão na década de 80; o outro selo mostra um xaile negro e colorido com design inovador e como fundo a Amália em concerto na década de 80.

O selo do bloco filatélico tem do lado esquerdo a Amália num concerto em Cartago, em 1972; no centro a Amália no programa de rádio «Comboio das Seis e Meia», de 1952; e à direita Amália no jardim de sua casa na Rua de São Bento, na década de 90; o fundo do bloco é o vestido usado numa digressão ao Japão, também na década de 80.

Nas palavras de Joaquim Vicente Rodrigues, “Amália Rodrigues é um símbolo ímpar da portugalidade, na sua mais simples genuinidade e magia dos sentidos. Celebrar o Centenário do seu nascimento é prestar uma justa homenagem e um agradecimento colectivo àquela que foi «uma Pátria pela voz», que nunca deixou de estar entre nós e que continua a inspirar e a servir de exemplo de simplicidade genial para as novas gerações de poetas, compositores, músicos e intérpretes da canção nacional”.

Esta emissão filatélica é composta por dois selos, um com o valor facial de 0,53€ e outro com o valor facial de 0,86€, ambos com uma tiragem de 100 000 exemplares cada; e um bloco filatélico com um selo, no valor de 2,00€ e uma tiragem de 35 000 exemplares.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close