Dossier

Cerca de 26 mil produtos ilegais apreendidos

Ao longo do mês de Julho, a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu 25. 909 produtos ilegais, numa operação de fiscalização a operadores económicos no âmbito da contrafacção de produtos e propriedade industrial, em feiras e estabelecimentos de todo o país.

De 1 a 31 de Julho deste ano, A ASAE fiscalizou 683 operadores económicos no âmbito da contrafacção de produtos e propriedade industrial em feiras e estabelecimentos, tendo sido instaurados 272 processos-crime, um processo de contra-ordenação, 13 detenções e suspensa a licença a um estabelecimento.
No que diz respeito aos primeiros sete meses do ano, foram apreendidos pela ASAE 971.669 artigos entre, relógios, frascos de perfume, óculos falsificados, roupa, calçado, malas, cintos, sacos e outros acessórios sem estarem em conformidade com a legislação, avaliados em mais de um milhão de euros.
As marcas contrafeitas eram da Lacoste, Levis, Diesel, Puma, Armani, Timberland, RipCurl, Dolce Gabanna, Paul & Shark, Nike, Adidas, El Nino, Ralph Lauren e Quick Silver.
Para além destes bens, foram igualmente apreendidos produtos electrónicos, utensílios de cozinha, material escolar, canivetes, bijutaria, etiquetas, automóveis, utilidades para o lar, brinquedos, cosméticos, tabaco, entre outros.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Close
Close