Destaque

1 de Dezembro comemorado com grande desfile de bandas

As comemorações do 1.º de Dezembro, dia em que se recorda a Restauração da Independência, levaram mais de 1600 músicos de 37 bandas filarmónicas de todo o país a desfilar na Baixa de Lisboa.

A tradição repetiu-se e a Avenida da Liberdade e a Praça dos Restauradores voltaram a ver desfilar centenas e centenas de músicos trajados com os seus uniformes e tocando os seus instrumentos, numa homenagem ao ensino da música e ao importante papel das bandas filarmónicas no território nacional.

Mais de 1600 membros de 37 bandas filarmónicas de todo o país marcharam naquela zona nobre da cidade, entre a Estátua dos Combatentes da Grande Guerra e a Praça dos Restauradores, antecedendo as honras militares e o gesto simbólico da deposição de uma coroa de flores junto ao monumento aos Restauradores.

Foi também ali que o conjunto das bandas entoou o hino nacional, o hino da Maria da Fonte e o hino da Restauração, dirigido pelo maestro da Banda Sinfónica do Exército, o major Alexandre Coelho.

Participaram nas cerimónias de comemoração o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, e o presidente do Movimento 1.º de Dezembro, José Ribeiro e Castro.

A maior novidade acabou por vir da boca do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, que no seu discurso anunciou para breve uma reabilitação do Palácio da Independência e dos seus jardins, um edifício classificado como monumento nacional. O também chamado Palácio da Restauração ou Palácio dos Condes de Almada é o local em que foi planeada a Restauração da Independência, nos idos de 1640.

Esta foi a 8.ª edição do desfile de bandas filarmónicas, uma iniciativa que reuniu mais uma vez o Movimento 1.º de Dezembro, a Câmara Municipal de Lisboa e a EGEAC. 379 anos depois, Portugal continua um país independente, facto mais que justificado para haver um desfile desta magnitude!

[fotos: CML]
Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close