DestaqueDossier

Projecto para uma nova Praça de Espanha

A nova Praça de Espanha, com um desenho radicalmente diferente, um jardim, um lago e uma ligação à Fundação Calouste Gulbenkian, estará pronta em 2020.

A apresentação pública da proposta vencedora do concurso público internacional de ideias para a requalificação da Praça de Espanha decorreu na Fundação Calouste Gulbenkian no dia 11 de Fevereiro, e contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina.

Nas suas palavras, o edil destacou a ligação à água como o elemento fundamental do projecto para a nova Praça de Espanha, mas também a importância do espaço de fruição que vai nascer, com muitas árvores, clareiras, parques infantis e esplanadas.

O projecto inclui ainda um corredor bus e novas ciclovias, promovendo os meios de mobilidade suave, e fica confirmado que haverá ligação directa da Avenida de Berna à Avenida Calouste Gulbenkian, sem ser necessário dar a volta à praça. Também haverá ligação directa da Avenida dos Combatentes à Avenida António Augusto Aguiar.

Quanto à dimensão da zona verde, o meio de comparação é dado pelo Jardim da Estrela: serão mais ou menos do mesmo tamanho, com cinco hectares. A empreitada deverá custar seis milhões de euros e ficar pronta no prazo de dez meses, a contar a partir do segundo semestre de 2019.

Na mesma sessão, em que também interveio o vereador Manuel Salgado, a presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, Isabel Mota, anunciou o lançamento para breve de um concurso de ideias para a extensão do Parque Gulbenkian para o seu vértice sul (Avenida Duque de Ávila).

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close