CulturaLocal

Príncipe Real recebe Mercado do Livro França Borges

resized_mercado-do-livro-franca-borgesEste sábado, dia 22 de Outubro, o Jardim do Príncipe Real acolhe a primeira edição do Mercado do Livro França Borges, uma iniciativa conjunta da Junta de Freguesia da Misericórdia e da INCM.

O evento tem início pelas 10 horas, fim marcado para as 20 horas e tem acesso gratuito.

A organização destaca que o objectivo deste Mercado do Livro é ser “Um local de encontro de culturas, à volta dos livros, das histórias e dos escritores”. A escolha do nome França Borges alude ao jornalista republicano que dá nome ao jardim palco da iniciativa. A organização pretende promover quatro edições por ano.

A iniciativa conta com a presença de dez editores e livreiros: Abysmo, Bisturi, Cotovia, Distopia, INCM (Imprensa Nacional Casa da Moeda), Letra Livre, Linha da Sombra (Cinemateca), Quer, Stet e Tipografia Dias.

O programa inclui leituras de contos infantis, sessões de autógrafos, conversas com escritores, workshops, leituras de poemas, oficina tipográfica, entre outras actividades:

11h30 | Workshop de escrita criativa para crianças dos 8 aos 14 anos

Com base no livro “Fernando Pessoa – O menino que era muitos Poetas” editado pela INCM, vem descobrir o menino que era vários meninos.

15h00 | Apresentação do Livro “Com Humor não se brinca” de Nélson Nunes; apresentação de João Quadros com a presença do autor.

16h00 | À conversa com António Mega Ferreira e Patrícia Reis

17h00 | “A baleia no Quarto” – João Miguel Tavares numa leitura para crianças

18h00 | Leitura da peça de teatro de Gonçalo Waddington “O Nosso Desporto Preferido – Presente” apresentada por Vítor Roriz.

19h00 | Speed Date com os autores da Abysmo: Rita Taborda Duarte, Paulo José Miranda, Valério Romão, Luís Carmelo, António de Castro Caeiro, José Anjos e Luís Brito. Dez minutos face a face com o autor escolhido para lhe pedir conselho, ouvir leitura em voz alta ou baixa, aproveitar para esclarecer aquela dúvida, ou simplesmente recolher o autógrafo. Num ou noutro caso, o leitor pode exigir mesmo uma melodia.

 

Apareça e desfrute!

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close