Destaque

Moradores do Parque das Nações lamentam localização da nova sede da Junta

Em comunicado enviado ao EXPRESSO do Oriente, a Associação de Moradores e Empresários do Parque das Nações (AMEPN) lamenta a localização escolhida para a nova sede da Junta de Freguesia.

A AMEPN afirma compreender a mudança da sede da Junta de Freguesia do Parque das Nações, “na medida em que as actuais instalações são de uma exiguidade marcante, para além da falta de segurança de quem trabalha na parte mais recuada e funda das mesmas”.

No entanto, como refere em comunicado, lamenta “que os actuais responsáveis pelos destinos da Freguesia Parque das Nações, tenham escolhido o futuro local para a sede da Junta, alheando-se dos estudos existentes sobre o risco elevado de inundação e de efeito de maré directo, para a zona”, fazendo acompanhar a nota de uma imagem em que se identifica o registo gráfico desses riscos.

Até aqui, a sede da autarquia local funciona na Alameda dos Oceanos, n.º 83, em frente à Escola Básica Vasco da Gama; a nova localização é bastante mais para Sul, seguindo a mesma avenida, já na confluência com a Av. Ulisses, e entrando em território que no mapa que nos foi enviado surge assinalado como susceptível de inundação e efeito de maré directo.

Afirma ainda a AMEPN: “Se o Executivo conhecia e não atendeu aos estudos, pior ainda. Se não os conhecia, poderia ter tido a humildade de perguntar a quem sabe, porventura à Protecção Civil. Mas… seria necessário conhecer o território e o risco objectivo em que se encontra a orla nascente da nossa freguesia, como referem as autoridades habilitadas”.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close