CulturaDossierReportagem

Truques de magia para encantar a baixa lisboeta

De 28 de Agosto a 2 de Setembro, abriram-se as bocas de espanto em algumas das principais praças e largos de Lisboa: foi a 6.ª edição do Lisboa Mágica.

Mais de centena e meia de espectáculos, repartidos por 16 locais, sobretudo na baixa da cidade, e ilusionistas vindos dos quatro cantos do globo. A 6.ª edição do Festival Internacional de Magia de Rua de Lisboa reuniu tanta gente em torno dos ilusionistas que o difícil era arranjar um bom lugar, de onde fosse possível detectar qualquer pista para entender a mecânica dos truques de magia.

O EXPRESSO do Oriente assistiu às sessões do primeiro dia no Largo do Carmo e também ali logo ao lado, na lateral do Convento do Carmo, com a participação de ilusionistas vindos da Alemanha, de Itália, do Chile, de Espanha, de Cuba e também de Portugal. Mas havia mais, muito mais, à espera de ser descoberto ao longo dos seis dias do evento, em espaços como a Praça Luís de Camões, o Campo das Cebolas, o Jardim do Príncipe Real ou o Parque das Nações.

A iniciativa integrou-se no programa Lisboa na Rua, promovido pela Câmara Municipal de Lisboa através da EGEAC.

Truques com cordas, com cartas, com bolas e malabarismos, chaves que desapareciam e voltavam a aparecer, lenços que se atavam e desatavam miraculosamente e sem que ninguém lhes deitasse a mão…

O público aplaudiu entusiasticamente os artistas, que souberam sempre ultrapassar a barreira linguística e interagir com a plateia extasiada. Sobretudo os mais novos, que iam exibindo no rosto aquele misto de espanto com encantamento. É… magia!

 

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Close