Local

Loures e Odivelas consideram Metro inadiável

Os autarcas de Loures e Odivelas consideram que a expansão do Metro para os seus concelhos, integrada no próximo quadro comunitário, é fundamental.

Esta semana, os presidentes Bernardino Soares e Hugo Martins, das câmaras de Loures e Odivelas, declararam à Lusa, à margem da iniciativa “Aqui Tem de Haver Metro”, realizada em Loures, a necessidade urgente de expandir o Metro para os seus concelhos, sob pena de ver-se adiada essa realidade por uma década.

Os autarcas referem o congestionamento massivo nos seus municípios agravado pela falta de mais ligações ao Metro e reclamam maior atenção não só às suas populações mas também às dos concelhos vizinhos, como Mafra e Sobral, de onde provêm milhares de pessoas que trabalham diariamente em Lisboa. Esta mensagem chegou ao primeiro-ministro em mãos, visto que a comitiva seguiu de Loures para a residência oficial em São Bento.

Para os autarcas, a expansão do Metro deve acontecer em dois extremos da rede: a linha amarela, de Odivelas para Santo António dos Cavaleiros, Loures e Infantado e a linha vermelha, de Moscavide para a Portela e Sacavém. Esta expansão será determinante para reduzir as estimadas 400 toneladas diárias de emissões de dióxido de carbono, originadas pelas viagens de 100 mil pessoas que se deslocam em viatura própria, considerando apenas os concelhos de Loures e Odivelas (contas reveladas por Bernardino Soares).

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close