Local

Homenagem a Luís Giovani reúne milhares

Cerca de 3000 pessoas reuniram-se primeiro no Terreiro do Paço e depois também no Rossio e Marquês de Pombal para homenagear Luís Giovani Rodrigues, o cabo-verdiano morto em Bragança, vítima de violência.

A marcha silenciosa que evoluiu depois para uma manifestação mais ruidosa aconteceu na tarde deste sábado, dia 11 de Janeiro, e obrigou ao corte de trânsito na Avenida da Liberdade, tendo sido sempre acompanhada pela PSP. O grupo envergava t-shirts com a fotografia do jovem falecido, velas, flores, cartazes, panfletos e pedia “justiça para o Giovani”.

Luís Giovani dos Santos Rodrigues morreu no último dia de 2019, 10 dias depois de uma discussão ocorrida num estabelecimento comercial entre o seu grupo de amigos e um outro grupo de jovens, que culminou em agressões violentas por parte desse grupo.

A vigília-protesto contou com a participação de vários movimentos anti-racistas e também do grupo “Caloiros de Cabo Verde”, sendo que Luís Giovani era um estudante universitário do Instituto Politécnico de Bragança.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close