Desporto

Francisco Mittermayer é Campeão Nacional de Surf Sub 18

Decorreu no fim-de-semana de 5 e 6 de Novembro, em Ribeira d’Ilhas, o Ericeira Juniors, a Final do Campeonato Nacional de Surf Esperanças, na categoria Sub 18, apresentado pelo Ribeira d’Ilhas Surf & Restaurant Bar.

Num fim-de-semana marcado por ondas de excelente qualidade, com cerca de metro e meio no Sábado e de dois a três metros no Domingo, estiveram presentes 32 Atletas, que se apuraram através dos seis Circuitos Regionais 2022, das vagas provenientes de 2021 e de Wildcards promovidos pela FPS.

No Sábado, tal como as previsões vinham anunciando, as condições ao longo do dia mantiveram-se bastante consistentes na mais conhecida praia da Reserva Mundial de Surf da Ericeira, com ondas de cerca de metro e meio, tendo toda a competição decorrido de acordo com o planificado até ao round 4. Em grande destaque no primeiro dia estiveram o Matias Canhoto (PPSC) com o melhor sore do dia, Martim Nunes (Lombos) e Francisco Queimado (ERICEIRASC), que não se livraram do susto de caírem para as repescagens na ronda inaugural, Afonso Pinto (ERICEIRASC), Francisco Mittermayer (Estoril Praia), Francisco Ordonhas (Lombos), Tiago Stock (Lombos) ou Santiago Graça (Lombos).

No Domingo, com as previsões de entrada de um swell fortíssimo previsto a partir das 12h00 (o que veio a acontecer), a prova iniciou-se às 7h30, com os quartos de final, em formato man x man com a duração de 25 minutos. Neste round destacam-se alguns heats memoráveis como Matias Canhoto x Afonso Pinto, em que o primeiro, a 3 segundos do fim apanhou uma onda e obteve o score que permitiu seguir para as meias-finais, ou o que opôs o Martim Nunes ao Francisco Queimado, onde foram obtidos os melhores scores deste round. Nas meias-finais, o Martim Nunes obteve o melhor score de todo o campeonato (17,00), onde se destaca a melhor onda de todo o campeonato (9,25), eliminando o Matias Canhoto, e na outra meia-final o Francisco Mittermayer venceu o Francisco Ordonhas por uma margem muito curta (0,10).

Na final, disputada durante 30 minutos, já com a entrada de alguns “sets-vassoura”, o Francisco Mittermayer levou de vencida o Martim Nunes, até então insuperável, com duas ondas na casa dos 6 pontos cada. O Martim apenas conseguiu que uma das suas ondas fosse avaliada em 6,25, ficando a necessitar de uma outra onda de “backup” que permitisse chegar ao título que já em 2020 e 2021, lhe fugira por muito pouco.

No final, debaixo de alguma chuva, com a presença do Presidente da Junta de Freguesia da Ericeira, Filipe Abreu e do Ricardo Ferreira, como representante do Ribeira d’Ilhas Surf & Restaurant Bar, o principal sponsor da prova, procedeu-se à tradicional cerimónia de entrega de prémios, onde foram distribuídos troféus, prémios Billabong, Boardculture e Native Açaí.

Este evento foi organizado pelo Ericeira Surf Clube, Federação Portuguesa de Surf e Câmara Municipal de Mafra.

Classificação:

1.º – Francisco Mittermayer – Estoril Praia

2.º – Martim Nunes – Lombos

3.º – Francisco Ordonas – Lombos

3.º – Matias Canhoto – Lombos

 

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close