CulturaDossierLocal

Petição para classificar convento em Sacavém

A ADAL lançou uma petição que alerta para o estado de deterioração do Convento de Nossa Senhora dos Mártires e da Conceição dos Milagres, em Sacavém, pedindo a sua classificação.

O texto da petição divulgada pela Associação de Defesa do Ambiente de Loures começa por explicar que o Convento foi construído no século XVI, sobre ruínas de um outro templo edificado no século XII, em pleno reinado de D. Afonso Henriques e é peremptório no seu diagnóstico: “Os efeitos danosos causados pelas centenas de anos, aliados aos danos provocados pelo abandono e consequente destruição, colocam em perigo este secular testemunho patrimonial da cidade de Sacavém, do Concelho de Loures e de Portugal”.

Entre o património em “permanente risco de completa destruição e furto”, os signatários do documento apontam os azulejos dos séculos XVI, XVII e XVIII e referem que essa deterioração foi comprovada no local aquando de visitas técnicas da DGPC e da Câmara Municipal de Loures.

Tendo em conta essa realidade, pedem ao Ministério da Cultura e aos grupos parlamentares que considerem a necessidade da classificação patrimonial do Convento de Nossa Senhora dos Mártires e da Conceição dos Milagres, tendo em vista a sua salvaguarda e valorização.

Ainda segundo a contextualização histórica do texto da petição, o equipamento deixou de ter as funções de convento com a extinção das ordens religiosas em 1834 e foi entregue ao então Ministério da Guerra em 1877. “Por lá passaram o Regimento de Artilharia Pesada N.º1, depois a Escola Prática do Serviço de Material e, até 2006, o Batalhão de Adidos”.

A petição online encontra-se disponível neste endereço.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close