Início » Cultura, Dossier, Sociedade » Macau: 100 anos de fotografia no Museu do Oriente

O Museu do Oriente inaugurou no dia 9 de Novembro uma exposição que concentra 120 fotografias representativas de mais de um século na vida de Macau.

As fotografias foram reunidas por Rogério Beltrão Coelho, jornalista com larga experiência em Macau e comissário da exposição. A colecção integra o acervo fotográfico do Museu do Oriente.

A inauguração reuniu cerca de meia centena de pessoas, que puderam fazer o percurso da exposição enquanto ouviam a descrição dos retratos da boca de Rogério Beltrão Coelho. Acompanharam o comissário da exposição Carlos Monjardino, presidente da Fundação Oriente, e Maria Manuela d’Oliveira Martins, diretora do Museu do Oriente, entre outras personalidades.

O público pôde observar as primeiras imagens conhecidas de Macau, os daguerreótipos de 1844, do fotógrafo amador Jules Itier, e fazer um percurso pela história política e social do antigo território de administração portuguesa.

Entre outros destaques, encontram-se na exposição fotografias de infraestruturas marcantes de Macau, como a Fortaleza da Taipa, o porto interior, o Forte de D. Maria II, a Porta do Cerco, o Palácio de Governo, a icónica Ruína de São Paulo, o Templo da Barra ou a Casa Garden.

Mas também imagens tão díspares como equipas de hóquei em campo, o General Gomes da Costa vestido de mandarim, tradições variadas como o jogo fan tan, o actor Clark Gable ou o cineasta Orson Welles. A fúria dos tufões também surge retratada em várias imagens e uma área da exposição é dedicada aos primeiros nus artísticos femininos, datados de 1928.

Nos dias 17 e 24 de Novembro, pelas 18h30, estão previstas visitas guiadas à exposição pelo próprio comissário, Rogério Beltrão Coelho.

“Macau. 100 anos de fotografia” estará patente até 7 de Janeiro de 2018, de terça-feira a domingo, das 10h às 18h (sexta-feira até às 22h, com entrada gratuita a partir das 18h).

Sem comentários... Seja o primeiro a comentar!