Início » Local, Nacional, Outras » Jardim Botânico de Lisboa reaberto ao público

Depois de um longo período de obras, o Jardim Botânico da Universidade de Lisboa foi reaberto ao público este domingo, dia 22 de Abril.

A recuperação deste espaço único situado na Rua da Escola Politécnica foi possível graças ao Orçamento Participativo, tendo a proposta de requalificação sido vencedora da já longínqua edição de 2013. O jardim fechou para obras no final de 2015 e assim permaneceu até este domingo, dia 22 de Abril, em que foi inaugurado numa cerimónia que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, o vereador do Ambiente, José Sá Fernandes, e o reitor da Universidade de Lisboa, António Cruz Serra.

As obras incidiram particularmente sobre a reparação de caminhos, gradeamentos, bancos e sistemas de rega, além da construção de um anfiteatro e da recuperação do lago inferior.

A origem do Jardim Botânico de Lisboa remonta a 1873, ano em que se iniciou a sua plantação, por iniciativa do Conde Ficalho e de Andrade Corvo, professores da Escola Politécnica. O objectivo era incluir espécimes da flora de todo o mundo, para que pudessem ser estudados no âmbito da actividade da Escola. Actualmente, o seu número ascende a cerca de 1500 espécies.

O equipamento, que se estende por um total de cinco hectares, foi classificado como Monumento Nacional em 2010 mas sofreu um processo de degradação gradual, na sequência da contratação de jardineiros externos para os trabalhos de manutenção. O Orçamento Participativo veio trazer, assim, um novo fôlego para este espaço que é parte integrante do MUHNAC – Museu Nacional de História Natural e da Ciência, da Universidade de Lisboa.

Sem comentários... Seja o primeiro a comentar!