Destaque

Contentor por 600 euros em Marvila? Não, diz a CML

Na sequência de um anúncio que se tornou “viral” nas redes sociais, criando polémica, a Câmara Municipal de Lisboa afirma que os contentores-apartamentos em Marvila são ilegais.

Tudo começou com a disponibilização de “apartamentos” T0 para arrendamento em contentores em Marvila, mais concretamente na Rua Vale Formoso de Cima. Depois de um anúncio no OLX ter começado a circular nas redes sociais através de partilhas, muitos foram os que se indignaram com o valor anunciado para o arrendamento: 600 euros.

Certo é que vários sites de imobiliário apresentavam o anúncio, com fotografias do espaço para arrendar com 12 metros quadrados: um beliche para duas pessoas, uma cómoda e uma casa-de-banho.

Os chamados eco-contentores da Rua Vale Formoso de Cima tinham ainda ao dispor 400 metros de áreas comuns, incluindo uma zona de preparação de refeições e uma sala comunitária.

Contactado pelo jornal Público, o gabinete do presidente da Câmara Municipal de Lisboa informou que “as estruturas são ilegais por não terem sido precedidas do respectivo licenciamento nos serviços de urbanismo da CML, estando em causa condições de habitabilidade e de segurança/acesso ao local”. Agindo em conformidade, a Câmara adianta ter intimado o proprietário “à remoção imediata dos contentores, demolição da rede de infra-estruturas e a imediata cessação de utilização com abertura de processo de contra-ordenação”.

Significa, portanto, que os arrendatários (todos nacionais de países estrangeiros) que já tinham reservado os contentores para dar entrada a partir de Setembro terão de procurar um novo local para assentar arraiais em Lisboa.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close