CulturaLocalNacional

Anunciados os vencedores do Caminhos Film Festival

resized_caminhos-premiosOs vencedores da XXII edição do Caminhos Film Festival já foram anunciados: os filmes Zeus de Paulo Filipe Monteiro e Cartas de Guerra de Ivo M. Ferreira são os que arrecadam mais prémios.

A cerimónia de entrega de prémios teve lugar no dia 26 de Nobembro no Teatro Académico Gil Vicente. O júri da Selecção Caminhos era constituído por Rita Salema, Paulo Peralta, João Tordo, Luís Gaspar, Teresa Tavares e Margarida Leitão.

O Grande Prémio do Festival Portugal Sou Eu foi atribuído a “Chatear-me ia morrer tão joveeeeeem…”, de Filipe Abranches.

O filme “Cartas de Guerra” recebeu o galardão de Melhor Longa-Metragem, Melhor Argumento Adaptado (para Ivo Ferreira e Edgar Medina), Melhor Som (Tiago Matos e Ricardo Leal), Melhor Montagem (Alessandro Comodin e João Nicolau) e ainda o galardão para Melhor Fotografia para João Ribeiro.

Já o filme “ZEUS” arrecadou quatro galardões: Melhor Actor para Sinde Filipe e Melhor Actor Secundário paraa Miguel Cunha, Melhor Caracterização (Sara Menitra) e Melhor Guarda-Roupa (Sílvia Grabowski).

O Filme “Refrigerantes e Canções de Amor”, por seu turno, venceu nas categorias de Melhor Banda Sonora Original (Filipe Raposo) e Melhor Direcção Artística (Artur Pinheiro).

A lista de galardões da Selecção Caminhos fica completa com os prémios para Melhor Realizador, atribuído a Rita Azevedo Gomes, por “Correspondência”, Melhor Argumento Original, para João Nicolau e Mariana Ricardo por “John From”, Melhor Actriz para Ana Padrão pelo seu desempenho no filme “Campo de Víboras”Melhor Actriz Secundária para Elizabete Piecho por O Pecado de Quem nos Ama”, e ainda com o Prémio Revelação atribuído a Leonor Teles por A Balada do Batráquio”.

Segue a listagem completa dos vencedores da Selecção Caminhos, mas também, da Selecção Ensaios:

Melhor Ensaio Internacional FNAC

“Emily Must Wait” de Christian Wittmoser

Melhor Ensaio Nacional SP Televisão

“Pronto,era Assim” de Patrícia Rodrigues & Joana Nogueira

 Menção Honrosa – Prémio Imprensa

“A um mar de distância” de Pedro Magano

Prémio Imprensa

“Eldorado” de Rui Eduardo Abreu, Thierry Besseling e Loïc Tanson

Menção Honrosa – FICC

“Landing” de Filipe Martins

Prémio FICC

“Eldorado” de Rui Eduardo Abreu, Thierry Besseling e Loïc Tanson

Melhor Banda Sonora Original

Filipe Raposo – “Refrigerantes e Canções de Amor”

Melhor Argumento Adaptado

Ivo M. Ferreira e Edgar Medina – “Cartas de Guerra”

Melhor Argumento Original

João Nicolau e Mariana Ricardo – “John From”

Melhor Som

Tiago Matos – “Cartas da Guerra”

Melhor Montagem

Alessandro Comodin e João Nicolau – “Cartas da Guerra”

Melhor Caracterização

Sara Menitra – “Zeus”

Melhor Realizador

Rita Azevedo Gomes – “Correspondências”

Melhor Guarda-Roupa

Sílvia Grabowski –  “Zeus”

Melhor Fotografia

Mário Castanheira – “Cartas da Guerra”

Melhor Direcção Artística

Artur Pinheiro – “Refrigerantes e Canções de Amor “

Melhor Actriz Secundária

Elisabete Piecho – “O Pecado de Quem nos Ama”

Melhor Actriz 

Ana Padrão – “Campo de Víboras”

Melhor Actor Secundário

Miguel Cunha – “Zeus”

Melhor Actor

Sinde Filipe – “Zeus”

Prémio Revelação

“Balada do Batráquio” de Leonor Teles

Melhor Documentário

“Eldorado” de Rui Eduardo Abreu, Thierry Besseling e Loïc Tanson

Melhor Animação Recheio

“Estilhaços” de José Miguel Ribeiro

Menção Honrosa – Curta-metragem

“Menina” de Simão Cayatte

Melhor Curta-Metragem Turismo do Centro

“Campo de Víboras” – Cristele Alves Meira

Melhor Longa-Metragem

“Cartas da Guerra” – Ivo M. Ferreira

Grande Prémio do Festival Portugal Sou Eu

“Chatear-me ia morrer tão joveeem…”de Filipe Abranches

Prémio do Público Chama Amarela

“Refrigerantes e Canções de Amor” de Luís Galvão Teles

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close