LocalSociedade

Primeira “Sala de consumo” pronta em 2020

A primeira sala de consumo vigiado (permanente) vai entrar em funcionamento no primeiro trimestre de 2020, na Quinta do Loureiro, Freguesia de Alcântara.

A notícia surge na sequência de uma proposta aprovada em sede de reunião camarária esta semana, aprovada apenas com os votos contra do CDS-PP. A proposta tinha sido apresentada pelo Bloco de Esquerda.

A primeira sala de consumo vigiado vai ser uma realidade “num dos extremos da Quinta do Loureiro”, nas palavras do vereador dos Direitos Sociais da CML, Manuel Grilo, “onde há muito consumo a céu aberto”. Além deste espaço, o Município também planeia abrir um espaço de consumo vigiado no Lumiar.

A proposta aprovada pelo executivo municipal prevê 345 mil euros de apoio à Ares do Pinhal, uma associação de recuperação de toxicodependentes que vai ser responsável pela gestão do equipamento. O espaço não servirá apenas para consumo vigiado, com técnicos que poderão intervir em casos de overdose: terá também cuidados de saúde, de higiene, apoio psico-social e encaminhamento para outros serviços. A sala de consumo nunca fornecerá as substâncias psico-activas, que serão levadas pelos próprios utilizadores.

A implementação do programa reúne um conjunto de entidades, desde uma comissão de acompanhamento da CML ao SICAD, à ARS-LVT, à PSP e às juntas de freguesia.

Recorde-se que já existe em funcionamento uma sala de consumo vigiado móvel, actualmente a cobrir a zona de Arroios.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close