Início » Cultura, Dossier, Local, Nacional » Palavra do Ano é “incêndios”

A Palavra do Ano 2017, escolhida pelos internautas numa iniciativa promovida pela Porto Editora, é “incêndios”. Foram 30 mil os votantes.

Segundo os dados divulgados pela Porto Editora na Biblioteca Municipal Ary dos Santos, em Sacavém, a palavra “incêndios” alcançou 37% dos votos, liderando destacada o conjunto das 10 palavras escolhidas para votação.

Como é do conhecimento geral, a palavra “incêndios” foi escolhida na sequência dos fogos florestais que assolaram o país não só durante os meses de Verão, mas prolongando-se por Outubro, e que provocaram um número assustador de vítimas mortais (mais de 100) e feridos e ainda perdas materiais. Para a entidade organizadora da Palavra do Ano, “O ano de 2017 foi um dos mais trágicos de sempre, pela enorme quantidade de vítimas e pela dimensão da área atingida”.

Após a palavra incêndios, surgem as palavras “afecto”, na segunda posição, com 20% dos votos, e “floresta”, no 3.º lugar, com 14%.

Eis a distribuição das percentagens de votos, do 1.º ao 10.º lugar, nesta 9.ª edição da iniciativa:

1.º “incêndios” – 37%

2.º “afecto” – 20%

3.º “floresta” – 14%

4.º “vencedor” – 8% (referindo-se à conquista do Festival Eurovisão da Canção por Salvador Sobral)

5.º “crescimento” (da economia portuguesa) e “cativação” (por relação a cativações orçamentais) – 5%

7.º “desertificação” – 4%

8.º “gentrificação” e “peregrino” – 3%.

10.º “independentista” (referindo-se à causa independentista na Catalunha) – 0,1%.

Sem comentários... Seja o primeiro a comentar!