Dossier

Nunca Visto na Biblioteca de Marvila

“Duas pessoas encontram-se à porta de um prédio. São muito diferentes, nunca se viram antes e têm de entrar, pois ambas moram ali. Naquele momento, entre o cruzar e o esconder do olhar tímido, e num acto de coragem inesperado, dizem olá. Percebem que são seres únicos com passados fascinantes, alguns remontando a histórias de livros de teatro. Afinal, quem são estas pessoas? Este é o ponto de partida para uma troca nunca antes vista de memórias, incertezas, desesperos, saudades e esperanças. Vindas não se sabe de onde, estas pessoas trazem um passado que querem transformar em futuro. O planeta colocou-as ali, naquele instante, frente a frente, e agora a única possibilidade de avançar é conhecerem-se, saberem das dores e alegrias uma da outra e criar algo novo.”

“Nunca Visto”, da Companhia Cepa Torta, é um espectáculo performativo acerca do acto de encontrar o outro. É inspirado em algumas histórias pessoais com diferentes origens que hoje habitam os bairros de Marvila e do cruzamento dessas histórias com personagens trágicas do teatro clássico e contemporâneo. Conta com a participação de actores profissionais e intérpretes locais, residentes em Marvila, num projecto desenvolvido em conjunto. Usa como base a experiência dos diferentes envolvidos: histórias pessoais e projecções sobre o passado e o futuro da vida na cidade e nos bairros. Conta com uma forte componente audiovisual: imagens dos performers previamente gravadas, e que se entrecruzam com o que acontece em tempo real. O betão é ocupado pela imagem dos habitantes daqueles lugares, por grandes planos de pessoas que partilham as suas angústias através do texto teatral e do movimento do corpo.

9, 10, 11 Outubro 2020 • Biblioteca de Marvila • 21h30

Entrada livre. Reservas: bib.marvila@cm-lisboa.pt

Texto, adaptações e Encenação – Miguel Maia

Baseado em histórias pessoais de Marvila e peças de Anton Tchékhov, Arthur Miller, Bertolt Brecht, David Eldridge, Eurípedes, Henrik Ibsen, Jean-Paul Sartre, Pirandello,  Sam Shepard, Sarah Kane, Sófocles, Tennessee Williams e Werner Fassbinder.

Apoio à criação – Sofia Cabrita

Actores: Ana Vilela da Costa, Filipe Abreu, Leonor Buescu e Victor Gonçalves

Participantes locais: Ana Célia Vicente, Carla Flores, Cila Micaela, Dina Félix, Fátima Barreto,

Maria Augusta Nogueira, Orlando Leal, Rato Chinês

Vídeo – Mário Jerónimo Negrão

Espaço Cénico – Miguel Maia

Figurinos – Sofia Lima

Desenho de Luz – Manuel Abrantes

Desenho de Som – Pedro Freixo

Operação de Luz – Manuel Abrantes

Direcção de produção e comunicação – Mariana Santos

Fotografia – Sónia Godinho

Duração prevista: 1h30m

Classificação Etária M/6 (previsto, a anunciar pela CCE)

Apoios: Câmara Municipal de Lisboa/Bibliotecas de Lisboa, Fundação Gulbenkian, One Your First Stop, Museu Nacional Ferroviário.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close