DossierSociedade

Música e Boxe invadem os bairros de Marvila

Uma “turné” tem levado a música e o boxe a três bairros da Freguesia de Marvila, com o propósito de divulgar a modalidade entre os mais jovens.

O primeiro ponto de paragem do Marvila Music Boxe foi na Rua Luiz Pacheco, no Bairro das Amendoeiras, a 11 de Agosto.

Numa tarde muito bem animada, os socos dentro do ringue eram dados ao ritmo do hip hop, que soava das colunas instaladas na ampla praça marvilense. Os curiosos foram-se aproximando, enquanto os miúdos de várias idades iam trocando sequências, com directos, jabs e uppercuts.

Para perceber mais sobre esta iniciativa promovida pela Associação Jorge Pina em parceria com a Geração Marvila e com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa e da Junta de Freguesia de Marvila, falámos com o atleta paralímpico Jorge Pina e com Joaquim Silveira, os dois responsáveis pela iniciativa, com uma grande particularidade: foi precisamente Joaquim Silveira, ou o “Moca”, como é mais conhecido, que começou a treinar Jorge Pina, com a tenra idade de 11 anos. Mal sabiam que o pré-adolescente de então viria a ser o atleta que foi, com legítimas aspirações a campeão mundial de boxe, não fosse a cegueira tê-lo arredado do ringue.

“O objectivo destes torneios é a captação de novos talentos e divulgar os artistas musicais locais, nunca perdendo de vista o ideal da inclusão social”, aponta Jorge Pina. “Gostamos de trabalhar com jovens, foi assim que eu comecei. Foi ele [o “Moca”] que me arrancou da rua quando tinha 11 anos e impediu que eu me tornasse um marginal. A Geração Marvila está agora a dar os primeiros passos, com o empenho pessoal do Joaquim Silveira que tira do seu tempo em prol destes jovens, e partilhamos a 100% deste objectivo: formar campeões na vida, mais que campeões no desporto”.

Joaquim acrescenta: “Queremos mostrar aos jovens que a prática desportiva é sempre melhor que andar por aí nas ruas, ou sujeito aos vícios, mais a mais neste tempo de férias em que não há escola e faltam coisas positivas para ocupar o dia-a-dia. Andamos aqui na nossa luta diária para não deixar estes miúdos nas más companhias”.

Depois destes primeiros sparrings (treino em situação de combate) a 11 de Agosto, enquanto soavam os beats de artistas como Beto di Ghetto ou Dillaz, o Music Boxe Turné Marvila também passou pelo Bairro do Condado no dia 25 de Agosto e termina este sábado, dia 8 de Setembro, na Rua Bento Gonçalves (Bairro do Armador).

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Close