CulturaDossierLocal

Hitchcock em destaque na Cinemateca

resized_hitchcockKent Jones é o próximo conferencista convidado da rubrica regular de programação da Cinemateca “Histórias do Cinema”, que entre 5 e 10 de Dezembro é dedicada à obra de Alfred Hitchcock.

São cinco sessões-conferência a decorrer a partir das 18h, na sala M. Félix Ribeiro. O crítico e programador americano, é também realizador e apresenta o seu mais recente filme, “Hitchcock / Truffaut”, numa sessão de ante-estreia a 7, às 21h30, um dia antes da chegada do filme ao circuito da distribuição portuguesa.

Os cinco filmes de Hitchcock escolhidos por Kent Jones para apresentar e comentar nas “Histórias do Cinema” são “Young and Innocent” (1937), o único título do perído britânico da obra de Hitchcock deste programa, “Saboteur” (1942), “Notorious” (1946), “I Confess” (1953) e “Topaz” (1969).

Kent Jones tem escrito e publicado sobre cinema em diversas revistas, jornais, catálogos, sítios da Internet, nos mais diversos países. Entre os livros editados, contam-se volumes sobre as obras de André Téchiné ou Olivier Assayas, ou Physical Evidence, uma compilação dos seus escritos (2007). Como programador, estreou-se no Film Forum do Festival Internacional de Cinema de Roterdão, e desenvolveu a sua atividade na Film Society of Lincoln Center a partir de 1998, antes de assumir a codireção do New York Film Festival, em 2012. É também coargumentista e realizador, tendo colaborado com Martin Scorsese em filmes como “Il Mio Viaggio in Italia” (2001) ou “A Letter to Elia”, assinado por ambos (2010).

Coescrito por Kent Jones e Serge Toubiana, “Hitchcock / Truffaut” parte do seminal livro de François Truffaut sobre Alfred Hithcock, baseando-se nas gravações originais dos encontros mantidos entre ambos durante a semana de 1962 em que conversaram longamente sobre a obra do primeiro. As obras de Hitchcock e de Truffaut, o impacto da obra de Hitchcock, mas também o do livro de Truffaut, que é referido como “uma peça essencial da sua própria obra”, é ainda analisado a múltiplas vozes, em testemunhos filmados de Martin Scorsese, David Fincher, Arnaud Desplechin, Kiyoshi Kurosawa, Wes Anderson, James Gray, Olivier Assayas, Richard Linklater, Peter Bogdanovich, Paul Schrader.

A sessão de ante-estreia no dia 7 é organizada em colaboração com a Midas Filmes, distribuidora portuguesa do filme

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close