Reportagem

Amendoeiras: exemplo de um bairro dinâmico

A AMBA – Associação de Moradores do Bairro das Amendoeiras comemorou o seu 13.º aniversário com uma grande festa na Escola D. Dinis.

O dinamismo deste bairro marvilense ficou uma vez mais à vista de todos, com as múltiplas actividades desenvolvidas pela AMBA e os seus associados a pisarem o palco do auditório da escola. Aliás, antes mesmo de se entrar no auditório, o visitante podia apreciar cá fora a exposição de trabalhos das participantes da Oficina Activa e algumas peças que o escultor autodidacta José Buginga quis apresentar, trabalhadas em madeira.

Desfilaram pelo auditório as várias classes de actividades, como por exemplo de ginástica e yoga, perante o aplauso do numeroso público presente. O recente grupo de cavaquinhos ajudou a representar outras zonas do país, tocando e cantando temas da Madeira, dos Açores, do Alentejo, e o coro “Venite a Laudare” voltou a revelar muita qualidade, num conjunto de vozes cada vez mais afinadas. Na qualidade de convidados especiais, o Grupo Coral da Caixa Geral de Depósitos e os Alunos de Apolo da Azambuja também deixaram a sua marca.

Num dos momentos mais ternos da festa, as crianças do projecto “Sabes Tanto” recriaram o conto da Carochinha, com a colaboração do Teatro Contra Senso. Quem sabe se não teremos aqui uma fornada de jovens actores à espera de outros desafios?

Como habitualmente, a AMBA entregou o Prémio “Vizinho do Ano”, uma honra que coube desta vez a Leonor Valente. Esta mãe e avó nascida em Loriga e residente em Marvila há perto de 50 anos é voluntária na Santa Casa e em outros espaços, dedicada ao trabalho com crianças e às actividades da associação de moradores. Foram ainda entregues outros prémios individuais, dos quais destacamos o da fadista Sara Correia, representada pela mãe.

A sessão solene contou com a participação do vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa, João Paulo Saraiva, da vereadora Paula Marques, do presidente da Junta de Freguesia de Marvila, José António Videira, do presidente da Assembleia de Freguesia, Manuel Portugal Lage, e ainda do director do Agrupamento D. Dinis e dos representantes da AMBA.

Valorização do território e trabalho decisivo junto da população

Nos discursos, o presidente da AMBA, Manuel Saraiva, aproveitou a presença dos dois vereadores da CML para pedir uma maior atenção para as necessidades do bairro, nomeadamente na habitação, nos espaços públicos e no apoio à população sénior.

Vizinha do Ano 2019 – Leonor Valente

Depois de o director do agrupamento, José Sousa, ter salientado o papel da AMBA no apoio à educação das crianças e jovens de Marvila, Manuel Portugal Lage elogiou o associativismo e os 13 anos de trabalho da AMBA junto da população. Já o presidente da Junta de Freguesia, colocou a ênfase na quebra do isolamento, no convívio intergeracional e na valorização do território de Marvila, agradecendo à AMBA toda a sua intensa actividade. Das mais recentes acções, José António Videira recordou a plantação de uma árvore alusiva aos 60 anos da freguesia, a pintura dos respiradouros do Metro e o ciclo de debates que a associação promoveu durante o mês de Maio.

Finalmente, o vice-presidente da CML aceitou o desafio de olhar para os espaços públicos do bairro, garantindo que o Município tem em vista projectos para implementar na Freguesia e que vai entregar à Junta os recursos para os concretizar nos próximos dois anos, através da delegação de competências. Agradecendo o contributo para “a construção da cidade” que a AMBA simboliza, João Paulo Saraiva também convidou os marvilenses a participar de forma activa na Lisboa Capital Verde Europeia 2020.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close