Sociedade

Virtuosismo e Belcanto na Igreja da Madre de Deus

Em mais um concerto Música em Festa – Sons pela Cidade, os solistas da Metropolitana de Lisboa brindaram o público na magnífica Igreja da Madre de Deus.

A igreja do antigo Convento da Madre de Deus, um templo manuelino do século XVI, classificado como Monumento Nacional e ao qual se acede pelo Museu Nacional do Azulejo, foi o palco de mais um concerto “Música em Festa – Sons pela Cidade”. É este o nome do programa que junta a Orquestra Metropolitana de Lisboa, a Câmara e várias juntas de freguesia da cidade, ao abrigo do qual os solistas protagonizam concertos descentralizados, comentados, de entrada gratuita.

No magnífico templo com um interior decorado ao estilo barroco, onde os azulejos do século XVII e a talha dourada prendem por longos instantes a vista do público que o visita, estiveram três músicos da Metropolitana: a violinista Diana Tzonkova, o contrabaixista Ercole de Conca e a pianista Anna Tomasik.

O programa, intitulado “Virtuosismo e Belcanto, compôs-se de quatro compositores italianos – Verdi, Bottesini, Rossini e Paganini – dos quais o menos conhecido (Bottesini) foi um dos mais aplaudidos, especialmente no Gran duo concertante que pôs fim à tarde musical. Os excertos de quatro óperas (entre as quais Il Trovatore e Il barbiere di Siviglia) foram sem dúvida do agrado do público, que encheu completamente os bancos disponíveis e aplaudiu entusiasticamente os intérpretes.

Após este, que foi o terceiro concerto da edição de 2020 da iniciativa, seguem-se concertos no Palácio Baldaya (Benfica), a 15 de Março, 16h; na Escola Secundária D. Dinis (Marvila), a 20 de Março, 21h; na sede da Junta de Freguesia de Santa Clara, a 22 de Março, 16h; na Igreja de Santo António (Santa Maria Maior), a 26 de Março, 19h; e no auditório da SFUCO (Olivais), a 28 de Março, 17h.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close