Destaque

“O primeiro embaixador europeu à Dinastia Ming”

“O primeiro embaixador europeu à Dinastia Ming – Tomé Pires (1517)” é o tema da próxima conferência em torno da exposição “Três Embaixadas Europeias à China”, que o Museu do Oriente organiza no dia 22 de Fevereiro, às 18h, com entrada livre.

A sessão aborda o mundo de Tomé Pires, farmacêutico, quadro administrativo e diplomata, que se estendia de Lisboa até à China, mas tinha o seu epicentro asiático em Malaca, centro importante do mundo poli-centrado que era o Estreito de Malaca, a autoestrada marítima de ligação entre o Mediterrâneo e o Índico, e o Mar da China.

Agora, no mundo de Pires era a Europa que se aproximava da Ásia, em modo de conquista, mas também de comércio e diplomacia.  A diplomacia que, em 1517, haveria de tornar Pires no primeiro embaixador de um Estado europeu à Dinastia Ming, que governava a China desde 1368. Uma embaixada que deixou ecos no presente das mais variadas formas e que inspirou romancistas e artistas plásticos contemporâneos. E que se perpetua na toponímia da mais bem-sucedida criação do entendimento entre Portugal e a China, que é Macau.

A conferência é conduzida por Jorge Santos Alves, professor auxiliar convidado da Faculdade de Ciências Humanas (Universidade Católica Portuguesa, Lisboa) e coordenador do Instituto de Estudos Asiáticos e do Mestrado em Estudos Asiáticos da mesma universidade. É investigador-sénior do Centro de Estudos de Comunicação e Cultura (FCH-UCP) e foi professor convidado da Universidade de Macau (2003-2010), onde ensinou entre 1990 e 1996.

Conferência “O primeiro embaixador europeu à Dinastia Ming – Tomé Pires (1517)”

22 de Fevereiro, 18h, entrada livre

www.museudooriente.pt

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close