Início » Cultura, Destaque, Dossier, Local » Liberdade de expressão em destaque no World Press Cartoon

Foi um cartoon intitulado Liberdade de Expressão que venceu o Grand Prix da 13.ª edição do World Press Cartoon.

A vitória coube à italiana Marilena Nardi, que com “Liberdade de Expressão” conquistou o grande evento anual do desenho de humor na imprensa internacional. O certame abriu portas este fim-de-semana no Centro Cultural e Congressos das Caldas da Rainha.

O desenho foi publicado originalmente no jornal de Barcelona Illegal Times, em Dezembro de 2017, e venceu o primeiro prémio na categoria Cartoon Editorial. Nardi é a primeira mulher a receber um Grand Prix  do World Press Cartoon.

Em 2.º lugar ficou o cartoon “Utopia”, do brasileiro Cau Gomez, publicado na revista brasileira Continente, e o 3.º prémio foi entregue a um desenho sem título do autor turco Hicabi Demirci, publicado pelo jornal Pazar.

Na cerimónia de entrega dos prémios, o cartoonista português António Antunes, destacou o facto de ser a primeira edição em que foram aceites cartoons publicados em meios online: “Devido à crise generalizada da imprensa escrita, esta é, muitas vezes, a única via disponível para a realização profissional dos cartoonistas de todo o mundo”.

World Press Cartoon distingue ainda trabalhos em duas outras categorias. Eis a restante lista de venced ores:

  • “Caricatura”: 1.º prémio – Donald Trump do belga O-Seoker, publicado no Jyllands-Posten; 2.º prémio – Donald Trump do holandês Endyck, publicado no Fenamizah; 3.º prémio – Robert Mugabe do indiano Thomas Anthony, publicado nas páginas do jornal Metro Vartha.
  • “Desenho de Humor”: 1.º prémio – obra sem nome do sérvio Nedeljko Ubovic, publicado na Vecernje Novosti; 2.º prémio – Cemitério Paraíso, do brasileiro Silvano Mello, publicado na Super Notícia; 3.º prémio – Zebra…Deixando a nossa marca na natureza, do autor norueguês Fadi Abou Hassan, publicado na Cartoon Movement.

Todos estes cartoons fazem parte da selecção feita por um júri internacional entre as centenas de obras apresentadas a concurso e vindas de todos os continentes. Essa selecção dos 281 melhores trabalhos concorrentes constitui a exposição que estará aberta ao público, no Centro Cultural e de Congressos das Calda da Rainha, com entrada livre, até 28 de Julho. São desenhos que compõem um retrato divertido do mundo, publicados em 227 publicações de 54 países. O visitante pode levar todos estes desenhos para casa, adquirindo o catálogo à venda no local.

Sem comentários... Seja o primeiro a comentar!