Início » Destaque, Dossier, Sociedade » Barreiras de protecção anti-terrorismo

No fim-de-semana de 19 e 20 de Agosto, começaram a ver-se em Lisboa barreiras de protecção dos peões na cidade de Lisboa, que pretendem funcionar como obstáculo a atentados terroristas.

Concretamente, a Câmara Municipal de Lisboa procedeu à colocação de blocos de cimento, pilaretes de metal e estruturas maiores como floreiras na Baixa e em Belém. Em ambos os casos, trata-se de locais com elevada frequência turística.

No que diz respeito a Belém, foram colocados cerca de 50 blocos de cimento junto ao Mosteiro dos Jerónimos. Na Baixa da cidade, foram colocados pilaretes de metal e outras estruturas na Rua do Carmo e ao longo da Rua Augusta, onde ainda se prevê a colocação de mais pilaretes.

Estas estruturas estão a ser instaladas em linha para servir de obstáculo à passagem de automóveis; para permitir a passagem de viaturas de emergência, os pilaretes centrais são rebatíveis com chave própria.

A Câmara Municipal de Lisboa informa em comunicado que “está a proceder ao reforço da instalação de medidas passivas de segurança na via pública, tendo em vista melhorar a protecção em zonas com elevada afluência de pessoas. Esta intervenção está a ser feita em coordenação com a PSP, na zona do Chiado, Rua Augusta e Mosteiro dos Jerónimos”.

 

Sem comentários... Seja o primeiro a comentar!