DestaqueDossierEducação

“Ao Encontro de António Damásio”

resized_Ao Encontro de António Damásio(2A Escola Secundária António Damásio recebeu o célebre neurologista e investigador português, seu patrono, num encontro muito especial.

António Pinto da Cruz, director do Agrupamento de    Escolas dos Olivais, descreveu o espírito do evento da seguinte forma: “este encontro com António Damásio é um encontro com o país e um encontro com o mundo”. O director mostrou-se muito satisfeito pela honra de receber alguém tão distinto e ao mesmo tempo tão querido à Escola; afinal de contas, nem todas as instituições se podem gabar de acolher no seu seio o seu patrono!

O prato forte do dia foi uma palestra ao jeito de entrevista, em que António Damásio percorreu a sua obra publicada, esclareceu os seus conceitos centrais e ilustrou as explicações com pormenores do trabalho que desenvolve no seu instituto, o Brain and Creativity Institute, em Los Angeles, Estados Unidos da América. No caminho, teve ainda tempo para discorrer sobre a vida e como vivê-la, não se furtando a deixar alguns conselhos a uma plateia maioritariamente composta por alunos do 8.º ao 12.º ano, da área das Ciências.

resized_Ao Encontro de António Damásio (7)A filosofia e as neurociências

O ponto de partida foi a questão da relação da filosofia com as neurociências, no sentido de saber se o conhecimento do funcionamento do cérebro contribui ou não para o filosofar. António Damásio não tem dúvidas de que “saber como o cérebro funciona permite uma concepção mais envolvente daquilo a que aspiramos como uma vida razoavelmente boa”.

Pontuando a sua intervenção com uma boa dose de humor, chegando a brincar com os microfones e os pormenores técnicos associados, o neurologista surpreendeu quando elegeu o mais famoso poeta e dramaturgo inglês como primeira opção para a introdução no mundo da filosofia: “se os alunos desta escola me perguntassem qual o filósofo que melhor os poderia introduzir no mundo filosófico e na reflexão sobre a vida, eu diria Shakespeare, por causa da profundidade com que analisa a psicologia através da sua dramaturgia”.

resized_Ao Encontro de António Damásio(22)Conselhos a uma plateia jovem

O distinto entrevistado lembrou também as limitações que os avanços tecnológicos do mundo de hoje apresentam para o estudo e investigação, a par das incontáveis vantagens que proporcionam: “antigamente perdíamos muito tempo à procura de informação numa biblioteca; mas hoje vocês também perdem algo importante quando não percorrem um índice de um livro ou um catálogo de obras ou artigos onde poderiam encontrar algo capaz de despertar a vossa curiosidade”.

resized_António Damásio Ant. Pinto Cruz Gonçalo Hugo Beatriz 29-05-2014 (1)

Fechando com chave de ouro, António Damásio fez o elogio da atitude ambivalente do cientista: é necessário pensar que se vai conseguir descobrir tudo e ter ao mesmo tempo uma dose de realismo para recordar que não se pode saber tudo sobre determinado assunto… e também para não se sofrer grandes decepções.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close