Destaque

Acções contra o “fim” da Linha Amarela

Esta semana, não se admire de ver panfletos e palavras de ordem contra a implementação de uma linha circular no Metropolitano de Lisboa.

A iniciativa parte de um movimento de cidadãos intitulado “Contra o Fim da Linha Amarela”, que tem previstas acções de sensibilização do público para as questões em torno da criação de uma linha circular na rede do Metro, alterando o mapa tal como o conhecemos hoje.

Em causa está o plano de expansão do Metro e a nova configuração de uma Linha Amarela que comece em Odivelas e termine em Telheiras, obrigando ao transbordo de todos os passageiros que entrem na rede a Norte do Campo Grande e queiram chegar ao centro da cidade de Lisboa.

Paulo Bernardo e Sousa, em nome do movimento de cidadãos, afirmou à Lusa que já esta terça-feira há distribuição de panfletos nas carruagens que circulem na Linha Amarela, numa acção que integra representantes dos vários quadrantes políticos.

O responsável também deu conta de uma sessão de esclarecimento formal, a acontecer no Pavilhão Polivalente de Odivelas esta quarta-feira, dia 3 de Julho, pelas 21h, que contará com a presença de um membro do Conselho de Administração do Metropolitano de Lisboa, do presidente da Câmara Municipal de Loures, de técnicos, partidos políticos e organizações de utentes.

Por fim, os utentes insatisfeitos com o novo desenho do mapa de linhas do Metro vão estar na Assembleia da República na sexta-feira, onde será debatida uma petição alusiva à expansão do Metro ao concelho de Loures.

O evento de quarta-feira pode ser encontrado aqui.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close